Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Comunidade

 

O Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, Paulo Cafôfo, diz que é esperada uma forte presença de emigrantes em Portugal nestas férias de verão, após dois anos de Covid-19. “Teremos este ano uma presença significativa, após dois anos de pandemia, em que as viagens tiveram restrições e as próprias pessoas acabaram por não se deslocar tanto como habitualmente faziam”, disse à Lusa o Secretário de Estado.

E adiantou: “Será um ano em cheio para Portugal acolher de braços abertos os Portugueses e Portuguesas que estão no mundo”.

Para Paulo Cafôfo, é grande a expectativa em relação à presença de emigrantes portugueses e lusodescendentes em Portugal nestas férias, restabelecendo assim uma ligação física ao país que a pandemia interrompeu. “Desejamos um regresso com boa energia, que tragam não só o seu exemplo daquilo que nos dão enquanto inspiração de quem vence na vida com muito empreendedorismo e coragem, mas também tragam investimentos”, referiu.

“Também é um dos nossos objetivos, que estes portugueses mantenham a ligação com o país, com as visitas, a deslocação, mas também que possam perspetivar em Portugal uma oportunidade de investir, de realizar sonhos e, por isso, esperamos que venham em segurança”, adiantou, acrescentando: “Serão muito bem-vindos”.

Paulo Cafôfo, que estará na fronteira de Vilar Formoso no próximo dia 30 de julho, numa sessão de boas-vindas aos emigrantes portugueses, alertou para a necessidade de as viagens serem feitas em segurança, de modo a que este seja um regresso “em alegria”.

 

Donativos LusoJornal
X