Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Carlos Gonçalves, Deputado do PSD eleito pelo círculo eleitoral da Europa, esteve presente no Congresso da associação Cívica onde discursou sobre a importância do voto dos Portugueses, quer em França, quer nos outros países europeus, e também do papel da associação de luso-eleitos.

O Deputado português começou por explicar o conteúdo da sua intervenção: “A minha intervenção estava diretamente ligada com o tema ‘o que se pode fazer em termos parlamentares pela Europa’? Como estamos em véspera de eleições europeias, também tinha muito a ver com o facto de como atrair os eleitores para participar em eleições e para irem votar, dado que os níveis de abstenção são muito elevados. Isto não só nos círculos da emigração, mas também em todos os países europeus. Não são eleições muito participadas. Eu abordei a importância que tem a Europa, muito particularmente para os 2,5 milhões de Portugueses que residem na Europa, não no território Nacional português. A União Europeia é o garante de muitos Direitos. Aliás os Portugueses que estão no Reino Unido poderão perder esses direitos e estão a dar-se conta da importância desses direitos”, sublinhou Carlos Gonçalves.

No entanto não é fácil convencer os eleitores a votarem, e sobretudo a interessarem-se pelas eleições europeias. Para o Deputado do PSD é necessário explicar o que representa a Europa: “O que temos de fazer é explicar aos eleitores as razões que têm para votar. Uma das razões é explicar o que a Europa faz por eles. Os Portugueses que residem na Europa sabem os direitos que lhe foram atribuídos, mas em Portugal há muitas infraestruturas, muitas coisas que se fazem graças à Europa. As questões do ambiente, o programa Erasmus que alterou muita coisa e sobretudo a relação entre os jovens e a Europa. Nós devemos ir ao contacto das pessoas e explicar o que é a Europa”, admitiu Carlos Gonçalves.

O político também não esqueceu de realçar o papel que tem tido a associação Cívica – associação dos autarcas portugueses ou de origem portuguesa em França – nestes últimos anos: “A Cívica tem um papel importante, é uma instituição que permitiu a afirmação da nossa Comunidade no plano político e no plano cívico. Tem uma ação em termos de educação cívica notável, isto é de realçar”, afirmou antes de deixar um apelo diretamente ligado à defesa da língua portuguesa em França: “Chamei à atenção o facto de, neste momento, a língua portuguesa viver um dos seus piores momentos da sua história, em França. Por isso apelo à participação dos Portugueses nestas eleições”, concluiu Carlos Gonçalves.

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 22 Votos
8.4
X