Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Ivo Fernandes Pires, de 53 anos, estava em sua casa em Les Mées, na Região Provence-Alpes-Côte d’Azur em França, quando deu conta que um vizinho estava a urinar no quintal. O emigrante português acabou por atacar o vizinho com um martelo e foi condenado a seis meses de prisão efetiva.

De acordo com informações recolhidas pela imprensa francesa, o emigrante português é um lenhador reformado desde 2006 por problemas médicos.

No tribunal Ivo Fernandes Pires explicou o que aconteceu: “Estava dentro de casa a olhar para o meu quintal e ele fez aquilo. Pela janela pedi-lhe para ir urinar para outro sítio. Ele insultou-me e veio bater à minha porta. Eu abri e ele avançou, empurrando-me. Eu bati-lhe com o martelo”, afirmou o emigrante português que admitiu ter utilizado o martelo porque ficou “ofendido” e para se “defender”.

A vítima sofreu um afundamento craniano. O procurador francês Stéphane Kellenberger frisou que o vizinho “poderia ter morrido”.

Ivo Fernandes Pires, solteiro, confessou que já tinha bebido “quatro cervejas” e que foi ele quem chamou a polícia. O crime, a 2 de agosto, custou agora a Ivo Pires seis meses de prisão efetiva, com outros 12 meses de execução suspensa.

 

LusoJornal Artigos
Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 1 Voto
9.3
X