Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Gonçalo Correia, Cabo-chefe da Legião Estrangeira, que pertence às Forças Armadas francesas, desfilou no domingo passado, por ocasião deo 14 de Julho, em Paris, ao lado do porta-estandarte. “É a primeira vez que participo no desfile, faz dois anos que estou no comando da Legião e antes estava sempre em missões. É um prazer acompanhar a bandeira da Legião Estrangeira”, disse o Cabo-chefe Gonçalo Correia.

A Legião Estrangeira, apesar de pertencer ao Exército francês, integra militares vindos de todo o mundo e tem uma estrutura independente. É conhecida pela sua intervenção em vários conflitos e participação em missões por todo o Mundo.

Gonçalo Correia integrou o Exército português com um contrato de cinco anos e, no fim desse período, estabeleceu-se em França, integrando há nove anos a Legião Estrangeira. “Temos pessoas de diferentes experiências e nacionalidades e isso faz a força da Legião Estrangeira. Cada um traz a sua experiência”, indicou o português.

Gonçalo Correia esteve no ano passado em missão no Mali e deve partir ainda este ano para a República Centro Africana, onde espera poder cooperar com as forças portuguesas que estão também no terreno.

LusoJornal Artigos

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 5 Votos
6.7
X