Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Quiberville: Beatriz Peixoto mantém o seu “Château” aberto

Donativos LusoJornal

 

Há 10 anos, Beatriz Peixoto deixou uma vida ligada à indústria metalúrgica, na região de Rouen, para comprar um “château” em Quiberville, a poucos quilómetros a sul de Dieppe, a dois passos da praia.

Habituada a dirigir uma equipa de várias centenas de homens, Beatriz Peixoto é uma lutadora, pronta para se tornar “chatelaine” e dirigir uma casa de hóspedes com um campo de campismo anexo.

“Durante o primeiro confinamento, estivemos completamente encerrados entre março e maio” explica ao LusoJornal. A casa de hóspedes tem capacidade para 27 pessoas, com 5 quartos e três apartamentos equipados. “Somos uma casa familiar e temos cerca de 600 metros quadrados, por isso, é mais fácil respeitarmos as regras sanitárias que nos são impostas”.

O Castel des Vergers continua aberto, mesmo se com menos clientes atualmente. “Os nossos clientes são sobretudo parisienses que vêm apanhar ar puro aqui” explica Beatriz Peixoto. A cerca de 2 horas da capital e a 800 metros da praia, o “château” pode ser uma lufada de ar fresco durante um fim de semana ou uma semana à beira mar.

“O recolher obrigatório perturba o nosso negócios porque temos muitos clientes que vêm de Paris à sexta-feira, depois do trabalho e agora têm de sair mais cedo para poderem estar aqui antes das 18h00” explica Beatriz Peixoto ao LusoJornal. “Temos a vantagem de poder preparar as refeições que as pessoas comem na sala – porque temos espaço suficiente para ter as mesas bem separadas – no quarto, no nosso jardim ou até praia”.

Anexo ao “château” está um parque de campismo com 25 “mobilhomes”, com capacidade máxima para 75 pessoas. No ano passado, o bom funcionamento do campismo foi perturbado mas, “se tudo correr bem, vamos poder abrir normalmente no dia 1 de abril, como habitualmente, até 31 de outubro”. Em geral são bungalows alugados ao ano.

O casal Peixoto veio para França em 1970, da aldeia de Ramos, no concelho de Paredes, na região do Porto. Mesmo se muitos Portugueses frequentam o Castel des Vergers, a clientela é essencialmente francesa e também era inglesa se a situação do Brexit não vier estragar o turismo britânico na costa francesa.

O acolhimento é familiar e acolhedor, a chaminé ajuda a passar o tempo durante o recolher obrigatório e Beatriz Peixoto é, para além da gestora da casa, uma excelente cozinheira.

 

Castel des Vergers

411 rue des Vergers

76860 Quiberville

Infos: 02.35.85.51.47

 

Empresas
X