Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O Estónio Ott Tanak (Toyota Yaris) estreou-se a vencer o Rali de Portugal, sétima prova do Campeonato do Mundo, deixando o Belga Thierry Neuville (Hyundai i20) a 15,9 segundos, mas falhando o assalto à liderança do Mundial. Quanto ao Francês Sébastien Ogier (na foto) terminou no 3° e último lugar do pódio.

O piloto da Toyota, Ott Tanak, confirmou o domínio exercido a partir da primeira passagem por Arganil, na sexta-feira, conquistando a terceira vitória da temporada, na 53ª edição da prova portuguesa.

O Irlandês Kris Meeke (Toyota Yaris) perdeu o segundo lugar na manhã de domingo, quando fez um pião em Montim 2, que lhe custou 17 segundos, caindo para a terceira posição, antes de desistir na última especial, depois de outro pião.

O Francês Sébastien Ogier (Citroën C3), que chegou à sétima prova da temporada como líder do Mundial, optou por uma toada mais calma ao longo de toda a manhã, de forma a evitar abrir a pista na próxima prova, na Sardenha, mas o terceiro lugar de Ott Tanak na ‘power stage’ deixou-os separados por apenas dois pontos.

O campeão do mundo, Sébastien Ogier, terminou em terceiro, a 57,1 segundos de Ott Tanak, mantendo o comando do campeonato, com 142 pontos, contra os 140 do piloto da Toyota.

O melhor francês é Sébastien Ogier (na foto) (Citroën C3) terminou no 3° lugar a 57,1 segundos do vencedor, o Francês Pierre-Louis Loubet (Skoda Fabia R5 EVO) acabou na 9ª posição a 12.46,3 minutos do Estónio, enquanto o Francês Sébastien Loeb (Hyundai i20), 20° lugar, ficou a mais de 25 minutos de Ott Tanak.

Quanto ao melhor português foi Armindo Araújo (Hyundai i20 R5) que ficou no 16° lugar a mais de 18 minutos de Ott Tanak.

Desde que em 2015 a prova regressou ao norte do país, este é o quinto vencedor diferente, depois do Finlandês Jari-Matti Latvala (2015), do Irlandês Kris Meeke (2016), do Francês Sébastien Ogier (2017) e do Belga Thierry Neuville (2018) terem vencido as edições anteriores.

Classificação final do Rali de Portugal, sétima prova do campeonato do mundo, após 20 provas especiais de classificação:

1. Ott Tanak/Martin Jarveoja, Estónia (Toyota Yaris), 3:20.22,8 horas

2. Thierry Neuville/Nicolas Gilsoul, Bélgica (Hyundai i20), a 15,9 segundos.

3. Sébastien Ogier/Julien Ingrassia, França (Citroën C3), a 57,1.

4. Teemu Suninen/Mikko Markkula, Finlândia (Ford Fiesta), a 2.41,5 minutos.

5. Elfyn Evans/Craig Parry, Reino Unido (Ford Fiesta), a 7.08,3 minutos.

(…)

9. Pierre-Louis Loubet/Vincent Landais (Skoda Fabia R5 EVO), a 12.46,3 minutos.

(…)

16. Armindo Araújo/Luís Ramalho, Portugal (Hyundai i20 R5), a 18.37,4 minutos.

19. Bruno Magalhães/Hugo Magalhães, Portugal (Hyundai i20 R5), a 24.56,0 minutos.

20. Sébastien Loeb/Daniel Elena (Hyundai i20) 25.34,2 minutos.

Classificações dos Mundiais de pilotos e de construtores após o Rali de Portugal, sétima das 14 provas do campeonato:

Pilotos:

1. Sébastien Ogier, França (Citroën C3), 142 pontos

2. Ott Tanak, Estónia (Toyota Yaris), 140

3. Thierry Neuville, Bélgica (Hyundai i20), 132

4. Elfyn Evans, Reino Unido (Ford Fiesta RS), 65

5. Kris Meeke, Reino Unido (Citroën C3), 56

(…)

7. Sébastien Loeb, França (Hyundai i20), 39

Construtores:

1. Hyundai, 202 pontos

2. Toyota, 182

3. Citroën, 158

4. M-Sport (Ford), 129

 

LusoJornal Artigos
Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 3 Votos
9.6
X