Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Paris foi a segunda cidade estrangeira escolhida para mostrar a Rede de Restaurantes Portugueses no Mundo que visa conquistar o mercado internacional, porque a capital francesa é «um segundo Portugal» e porque há um reconhecimento crescente «em termos de gastronomia» em França, segundo Teresa Vivas, consultora especial do programa de internacionalização da gastronomia portuguesa.

A apresentação teve lugar ontem ao fim da tarde no restaurante «Comme à Lisbonne – Tasca», no Marais, e contava com petiscos e vinhos portugueses. Trata-se de um projeto «que pretende promover a gastronomia portuguesa ao nível internacional e a forma mais lógica foi a criação de uma rede de restaurantes no mundo».

Teresa Vivas é a representante da Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP),que lançou o projeto em parceria com o Governo de Portugal, Turismo de Portugal, Agência para o Investimento e o Comércio Externo de Portugal, TAP Air Portugal, Turismo do Centro e Comunidades Intermunicipais.

Vai ser «a primeira rede» de restaurantes portugueses a nível mundial e que, por enquanto, estão a «angariar potenciais restaurantes que se queiram inscrever na rede», sendo um dos eventuais candidatos o «Comme à Lisbonne – Tasca», aberto há seis anos.

Na apresentação da rede esteve também o Chef Rui Silvestre, detentor de uma estrela Michelin no Restaurante Bom Bon, para quem a gastronomia é uma das bandeiras de Portugal. «Eu acho que é importantíssimo e que vem em muito boa hora. Criar uma rede para a promoção da gastronomia nacional a nível europeu é importantíssimo, é a base da nossa cultura, é um dos segredos mais bem guardados da nossa história e penso que isto vai realmente trazer muita gente ao nosso país ou, pelo menos, vai despertar a curiosidade das pessoas em visitarem-nos», declarou o Chef à Lusa.

A Taste Portugal também tem um stand na Festa das Vindimas de Montmartre, onde Portugal é o convidado de honra.

Na foto, Rui Silvestre está com Dina Sanches da My Genuine Portugal, a empresa que trouxe os expositores portugueses para a Fête des Vendanges de Montmartre, e Teresa Vivas da AHRESP.

 

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 8 Votos
2.9
X