Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

É inaugurada esta tarde no Grand Palais, em Paris, uma exposição que integra obras realizadas por «robôs pintores» do artista português Leonel Moura.

A exposição junta, pela primeira vez num espaço prestigioso como o Grand Palais, estas novas formas de fazer arte através de máquinas.

Intitulada «Artistes & Robots», a mostra apresenta, entre peças de outros artistas, um conjunto de robôs de Leonel Moura que criam, em tempo real e de forma autónoma, pinturas originais.

A peça do artista é uma arena, no interior da qual se encontram os robôs em ação, e nas paredes são apresentadas duas grandes pinturas finalizadas, podendo os visitantes observar ao vivo a «performance» robótica e o resultado.

Em Portugal, Leonel Moura é um artista pioneiro da aplicação da inteligência artificial e da robótica na arte, e tem realizado exposições, conferências e livros em todo o mundo sobre esta questão.

Entre outras obras, Leonel Moura publicou, em 2013, «Robot Art», com o essencial da sua obra com robôs aplicados à arte, e em 2016 «Robots and Art», editado pela Springer, com textos de artistas de referência nesta área.

Na mostra do Grand Palais – patente até 9 de julho – vão estar obras, entre outros, dos artistas Nam June Paik, Nicolas Schöffer, Patrick Tresset, So Kanno, Takahiro Yamaguchi, J. Lee Thompson, Arcangelo Sassolino, Manfred Mohr, Vera Molnar, Iannis Xenakis, Demian Conrad, Raquel Kogan, Ryoji Ikeda, Pascal Dombis, Elias Crespin, Jacopo Baboni Schilingi, Edmond Couchot, Miguel Chevalier, Joan Fontcuberta e Michael Hansmeyer.

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 11 Votos
0.9
X