Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Sandra Helena completou 20 anos de carreira em Argenteuil

LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha

A cantora Sandra Helena subiu ao palco da mítica Salle Jean Vilar, em Argenteuil, no sábado passado, dia 9 de março, para comemorar 20 anos de carreira. O evento foi organizado pela associação Agora, presidida por Enrico de Rosa.

Para além de Sandra Helena, subiram também ao palco os artistas Mário Costa, Marco Júnior, Christophe Malheiro e o grupo Finisterra.

Há dois anos que está prevista a demolição da Salle Jean Vilar, mas entretanto vai continuando aberta. “Vamos aproveitando ao máximo” confirma Enrico de Rosa. E ainda bem que assim é, porque pôde acolher no sábado passado este concerto de uma das artistas mais presentes na história da emigração portuguesa em França. “A Sandra Helena canta muito bem, e merece este concerto para marcar os 20 anos da sua carreira” diz Enrico de Rosa ao LusoJornal.

“São 20 anos, mas passou depressa. Parece que ainda começou ontem” disse a artista ao LusoJornal. “Foram 20 anos sempre a evoluir, sempre a fazer coisas diferentes”.

Para trás ficaram algumas “relíquias”, como uma cassete com “Olhos de Gata”, um tema que teve amplo sucesso nas rádios e nas televisões de Portugal.

Mas Sandra Helena também fez uma pausa de vários anos na sua carreira, por escolha pessoal, antes de regressar ao contacto com o público. “Fiz uma paragem porque quis, mas fiquei muito emocionada por o público ainda estar cá para me seguir. E não se trata apenas das pessoas que já me conheciam antes, trata-se também de muitos jovens, que não me conheciam, mas que me descobrem agora” conta ao LusoJornal.

O espetáculo foi completo, com músicos, bailarinas e coristas. Sandra Helena diz que não lamenta nada. “Tento sempre fazer pelo melhor. Eu não posso mudar, sou assim. Tento sempre trabalhar mais para perceber melhor o público” disse ao LusoJornal, antes de marcar encontro para daqui por… mais 20 anos!

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 4 Votos
5.0
X