Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O satélite europeu CHEOPS, que vai estudar planetas fora do Sistema Solar já identificados e tem ‘cunho’ português, deverá ser lançado entre 15 outubro e 14 de novembro de 2019, anunciou a Agência Espacial Europeia (ESA) em comunicado.

O lançamento do satélite chegou inicialmente a ser apontado para 2017 e depois para a primavera de 2018, mas o prazo foi novamente estendido pela ESA, depois de em dezembro de 2017 a empresa aeroespacial francesa Arianespace, responsável pelo lançamento, ter situado a ‘janela’ de oportunidade entre finais de 2018 e início de 2019.

Portugal participa na missão CHEOPS através de investigadores do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço, que participam na equipa científica, e da empresa de engenharia Deimos, que tem a seu cargo os sistemas de processamento de dados.

O satélite está atualmente em fase de testes, em Espanha. O engenho ficará posicionado na órbita terrestre, a uma altitude de 700 quilómetros, e irá observar estrelas brilhantes ‘hospedeiras’ de planetas extrassolares com um tamanho variável entre a Terra e Neptuno.

Com uma vida útil entre os três e os cinco anos, o CHEOPS irá medir a massa e o raio dos exoplanetas (planetas fora do Sistema Solar) já identificados e o tempo que demoram a orbitar a sua estrela.

Quando for lançado, o satélite irá estar decorado com duas placas metálicas onde estão gravados desenhos feitos por crianças, inclusive portuguesas.

A missão CHEOPS (CHaracterising ExOPlanet Satellite, Satélite Caracterizador de Exoplanetas) representa um investimento de cerca de 50 milhões de euros e antecede uma outra missão europeia, a PLATO, para ‘caçar’ novos planetas extrassolares, com lançamento previsto para 2024.

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 2 Votos
6.6
X