Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

A disputa pelo título de campeão do mundo de surf continua acesa, depois de ter terminado o segundo dia de competição em Peniche, com os principais perseguidores do líder Gabriel Medina a avançarem na prova, o Meo Rip Curl Pro Portugal. Isto no dia em que os três portugueses em competição, Frederico ‘Kikas’ Morais (na foto), Vasco Ribeiro e Miguel Blanco, disseram adeus às ondas da Praia dos Supertubos, bem como os Franceses Michel Bourez, Joan Duru e Jérémy Florès.

Sem Portugueses e sem Franceses, o bicampeão brasileiro Medina (2014 e 2018), e atual ‘número um’ do ‘ranking’ da Liga Mundial de Surf, defendeu a sua posição e qualificou-se para os oitavos de final do Meo Rip Curl Pro Portugal, nos quais vai defrontar o também ‘canarinho’ Caio Ibelli.

Mas os cinco atletas que o perseguem no ranking, nomeadamente Filipe Toledo (Brasil), Jordy Smith (África do Sul), Ítalo Ferreira (Brasil), Kolohe Andino (Estados Unidos) e Kanoa Igarashi (Japão), não facilitaram e também se apuraram para a próxima fase da etapa portuguesa do circuito mundial.

Toledo enfrenta o australiano Wade Carmichael, Jordy mede forças com o norte-americano Griffin Colapinto, Ítalo encara o norte-americano Conner Coffin, Andino defronta o brasileiro Michael Rodrigues e Kanoa bate-se com o norte-americano Kelly Slater, 11 vezes campeão do mundo e um dos destaques em Peniche.

A prova, Meo Rip Curl Pro Portugal, prossegue neste domingo.

 

LusoJornal Artigos
Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 2 Votos
9.8
X