Lusa | António Cotrim

Tiago Rodrigues escolhido pelo LusoJornal para “Personalidade cultural do ano”

Cultura

 

O português Tiago Rodrigues foi escolhido pela redação do LusoJornal como «Personalidade cultural do ano», no ano em que assumiu as funções de Diretor do Festival de teatro de Avignon, o mais reputado festival de teatro do mundo.

Em 1946, o Festival d’Avignon começou por ser uma mostra de artes plásticas organizada por René Char, Christian Zervos e Yvonne Zervos, à qual se juntou Jean Vilar, ator e encenador, com três peças de teatro.

Dramaturgo, encenador e ator, Tiago Rodrigues vem agora juntar-se a estas figuras.

Com uma carreira de mais de duas décadas, Tiago Rodrigues tem sido presença regular em palcos internacionais, tendo sempre por base Portugal, seja através da companhia que criou, Mundo Perfeito, ou do compromisso assumido com o Teatro Nacional D. Maria II, em Lisboa, que dirigiu desde 2014. Ao longo de cerca de uma década, criou mais de 30 peças, apresentadas em cerca de 15 países da Europa, América do Sul, Médio Oriente e Ásia.

A primeira presença de Tiago Rodrigues no Festival d’Avignon aconteceu em 2015, onde apresentou a peça “António e Cleópatra”, tendo voltado nos anos seguintes com diferentes trabalhos.

Na corrida à liderança deste festival estava ainda outro português, José Manuel Gonçalves, Diretor do CentQuatre, um dos templos de teatro e arte contemporânea, em Paris.

 

A redação do LusoJornal destaca ainda quatro outros agentes culturais: a realizadora lusodescendente Christèle Alves Meira, porque voltou a ser programa em Cannes e esteve quase a levar o seu filme “Alma Viva” aos Óscares; o lusodescendente Tiago Martins pelo livro que acaba de editar “L’histoire du Portugal das mon assiette”; o cantor Sou, pelo seu novo álbum com canções em mirandêz, e Fábio Lopez, pelo trabalho que tem vindo a desenvolver à frente da Companhia de dança Illicite Bayonne.

 

Donativos LusoJornal