Alfama Films

“Traces” de Tiago Guedes na Cinemateca Francesa e em fevereiro nos cinemas franceses

Cultura

 

A Cinemateca Francesa, em Paris, vai acolher, no dia 24 de janeiro, a antestreia do filme “Traces” – em português “Restos do Vento” – de Tiago Guedes, com a presença do realizador e da atriz Isabel Abreu, uma das protagonistas.

“Traces” estreia-se a 08 de fevereiro em pelo menos trinta salas em França, segundo a produtora Leopardo Filmes.

O filme parte de um ritual de passagem, numa aldeia do interior do país, envolvendo um grupo de adolescentes, que deixará marcas profundas num dos rapazes.

“Uma tradição pagã numa aldeia do interior de Portugal deixa traços dolorosos num grupo de jovens adolescentes, sobretudo em Laureano, batido por três outros adolescentes. Vinte e cinco anos depois, Laureano continua a morar à margem da aldeia, rodeado de cães. Os agressores, agora homens, reencontraram-se numa noite, para festejar a festa da aldeia. Quando a noite caiu, o passado ressurgiu e a tragédia instalou-se”, lê-se na sinopse.

“Traces” conta com argumento de Tiago Guedes e de Tiago Rodrigues, e é protagonizado por Albano Jerónimo, Nuno Lopes, Isabel Abreu, João Pedro Vaz, Gonçalo Waddington e Leonor Vasconcelos.

Segundo a Leopardo Filmes, Tiago Guedes, Tiago Rodrigues – agora Diretor do festival de teatro de Avignon – e vários atores “estarão em Paris para algumas sessões especiais”.

“Traces”, que está atualmente no catálogo da plataforma de ‘streaming’ HBO Max, foi o quinto filme português mais visto em sala em 2022, com 11.685 espectadores.

A longa-metragem teve estreia mundial em 2022 no Festival de Cannes, e foi premiado em festivais em Espanha e Itália.

 

Donativos LusoJornal