Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

As vendas de vinho Madeira ascenderam no terceiro trimestre deste ano a 4,2 milhões de euros, tendo aumentado mais de 2% face ao mesmo período do ano passado, revelam dados divulgados. Quanto ao mercado francês registou quebras de -19,1% em quantidade e -24,1% em valor.

“A comercialização de vinho generoso Madeira rondou os 674 mil litros no terceiro trimestre de 2019, o que se traduziu em receitas de primeira venda de 4,2 milhões de euros”, diz a Direção Regional de Estatística (DRE).

Em termos comparativos com o mesmo período do ano passado regista-se “um aumento de 4,5% na quantidade e de 2,2% no valor”.

Os dados, provenientes do Instituto do Vinho, do Bordado e do Artesanato da Madeira, referem que as exportações para os países europeus desceram “4,8% em volume e 10,2% em valor”.

Em sentido contrário, os países fora da União Europeia aumentaram as quantidades compradas em 41,8%, o que significou um aumento de 15,8% em receitas de primeira venda.

Em termos gerais, nos primeiros nove meses do ano, constata-se que “tanto a quantidade comercializada como o valor de primeira venda apresentaram variações homólogas negativas de -8,6% e de -8,8%, respetivamente”, diz a DRE.

A redução é considerada transversal a todos os mercados, mas tem particular incidência no mercado francês, que por tradição é o que mais vinho compra, mas a um preço médio mais baixo do que, por exemplo, o mercado britânico.

O mercado francês registou quebras de -19,1% em quantidade e -24,1% em valor.

No total geral dos primeiros nove meses de 2019, foram vendidos 2,1 milhões de litros, que geraram 12,3 milhões de euros.

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 2 Votos
6.5
X