Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Portugal defronta a Grécia nesta terça-feira em Montpellier, na cidade francesa, num jogo a contar para a quarta jornada do Grupo A do Campeonato da Europa de Voleibol.

A Seleção Portuguesa perdeu os três primeiros jogos, 3-0 frente à Itália, 3-1 frente à Bulgária, e 3-0 frente à França.

Os quatro primeiros de cada grupo passam à fase seguinte. Recorde que o grupo de Portugal é composto pela França, Itália, Bulgária, Grécia e Roménia.

Miguel Tavares, internacional português de 26 anos que joga no Rennes em França, abordou em declarações ao LusoJornal este encontro frente à Grécia que é decisivo, começando no entanto por falar da derrota frente à França.

Que análise podemos fazer do embate frente à França ?

Que estão a anos luz da realidade portuguesa.

O que se passou no primeiro set (11-25)? Nos dois últimos até estiveram na frente..

No primeiro set a França jogou ao seu nível. Nos outros dois jogaram ao nosso nível.

Faltam Roménia e Grécia, agora é o tudo ou nada para o apuramento ?

São duas finais. Vamos fazer tudo para ganhar as duas.

Como se tem sentido o Miguel na prova ?

Difícil de aproveitar quando se perde sempre. Mas vamos tentar mudar isso já hoje.

França ? Itália ? Qual foi a mais forte para o Miguel ?

As duas sinceramente.

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 2 Votos
7.7
X