Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O Italiano Davide Appollonio (Amore & Vita-Prodir) venceu a primeira etapa da Volta a Portugal em bicicleta, com o Português Samuel Caldeira (W52-FC Porto) a manter a liderança.

No final dos 174,7 quilómetros, entre Miranda do Corvo e Leiria, Appollonio foi o mais rápido, cortando a meta em 4:47.08 horas, o mesmo tempo do Português Daniel Mestre (W52-FC Porto) e do compatriota Matteo Malucelli (Caja Rural), segundo e terceiro classificado, respetivamente.

O primeiro atleta francês, Thibault Guernalec, da equipa Arkéa-Samsic terminou no 42° lugar com o mesmo tempo do vencedor. De notar que o Franco-Português Guillaume Almeida, único ciclista lusodescendente, que corre com a camisola da equipa angolana BAI-Sicasal-Petro de Luanda, acabou no 49° lugar com o mesmo tempo de Davide Appollonio.

Samuel Caldeira foi atrasado por queda, mas o incidente ocorreu dentro dos três quilómetros finais, pelo que manteve a liderança, com o mesmo tempo do suíço Gian Frieseck (SRA) e do espanhol Gustavo Veloso (W52-FC Porto).

O Francês Thibault Guernalec da equipa Arkéa-Samsic continua no 4° lugar a menos de dois segundos do líder. O ciclista gaulês mantém sobretudo a liderança na classificação da juventude e vai continuar a vestir a camisola branca.

De notar que o Franco-Português Guillaume Almeida, único ciclista lusodescendente, ocupa o 78° lugar a 47 segundos de Samuel Caldeira.

Na sexta-feira corre-se a segunda etapa, a mais longa da 81.ª edição da Volta a Portugal, com 198,5 quilómetros, entre Marinha Grande e Santo António dos Cavaleiros, com a meta a coincidir com uma contagem de montanha de terceira categoria.

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 1 Voto
9.4
X