Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O Centre socioculturel de Saint Agrève (07) acolhe no sábado, dia 25 de janeiro, às 15h00 um encontro com Yves Léonard intitulado “Portugal, une histoire singulière et méconnue”.

O encontro girará em torno do livro do historiador, escrito em colaboração com Albert Alain Bourdon, “Histoire du Portugal” publicado pelas Éditions Chandeigne.

O objetivo do encontro é dar a conhecer a história de Portugal, um país entre os mais antigos da Europa. País onde segundo Luís de Camões na sua epopeia “Os Lusíadas” de 1572 “a terra se acaba e o mar começa”.

Duas características caracterizam a história de Portugal, segundo o livro: a precocidade dos eventos que formam a sua espinha dorsal e a sua relativa constância. De todos os países europeus, Portugal foi o primeiro a alcançar a sua unidade nacional e a fixar limites territoriais que pouco mudaram desde meados do século XIII. Foi ainda o primeiro a lançar-se nos oceanos para fundar impérios no exterior. Finalmente, em 1910, foi um dos primeiros países da Europa a proclamar uma República. Mas é um país que também é caracterizado por uma certa rigidez e preservação do passado, como se as estruturas desenvolvidas precocemente só pudessem evoluir lentamente. Portugal foi o último país da Europa a assumir o processo de descolonização. É também uma das últimas nações na qual se formou uma sociedade moderna.

A busca por novos horizontes e grandeza marca, segundo os autores, a história de um país que sempre se sentiu comprimido no seu retângulo europeu, apesar de ter feito a escolha resoluta de aderir à União Europeia, após a instauração da democracia com a Revolução dos Cravos, a 25 de abril de 1974, após a longa ditadura salazarista de quase meio século.

Yves Leonard é doutorado em História e diplomado de Sciences Po, especialista em história contemporânea de Portugal. Ensina desde 1977 em Sciences Po e é investigador no Centre d’Histoire de Sciences-Po. Participa todos os anos na redação do dossier sobre Portugal no Les Pays d’Europe occidentale da Documentation française, na qual é chargé d’étude. Antigo bolseiro do Instituto Camões e da Fundação Calouste Gulbenkian, publicou Le Portugal, vingt ans après la Révolution des œillets, Salazarisme et fascisme e La lusophonie dans le monde. Participou igualmente em várias obras coletivas sobre a história da expansão portuguesa e sobre o salazarismo. Apaixonado de ciclismo, Yves Léonard é autor de obras sobre a história da volta à França em bicicleta, como por exemplo La République du Tour de France.

 

Centre Socioculturel

4 place Verdun

07320 Saint Agrève

 

Comunidade
X