Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

A Comunidade católica de Lyon festejou a Páscoa mas queixa-se de não ter celebrações em português

LusoJornal | Jorge Campos LusoJornal | Jorge Campos
Religião

 

 

Nas paróquias de Saint-Bruno e da Nativité, na região de Lyon, a Comunidade católica portuguesa festejou o domingo de Páscoa com a tradicional vénia da cruz florida no final da Eucaristia. Mas queixa-se de não ter celebrações em língua portuguesa.

Na paróquia de Saint-Bruno, a celebração foi franco-portuguesa, porque o grupo coral português animou a celebração juntamente com o coro francês.

O celebrante padre Matteo Lo Gioco, relembrou na sua homilia o sentido da festa da Páscoa. “Renascer na Páscoa é também ressuscitar para uma vida de tolerância e de respeito mútuo no seio das Comunidades” disse. Na assembleia, a Comunidade portuguesa participou muito numerosa, vinda de diversos pontos da cidade de Lyon.

Na paróquia da Nativité, em Villeurbanne, a missa pascal também teve grande afluência e foi celebrada pelo pároco Florent Guyot, que também deixou uma mensagem de paz e de tolerância para todos os presentes. No final, a tradicional vénia da cruz florida foi proposta à assembleia.

Na região de Lyon, as celebrações eucarísticas são agora franco-portuguesas, pois desde o mês de setembro de 2021 que a Comunidade não tem “Capelão” responsável. Por isso, a participação nas celebrações ou noutras atividades religiosas está muito diminuída. Constata-se cada vez mais um afastamento e um desinteresse da Comunidade pela espiritualidade católica.

“Viver e festejar a Quaresma e a Páscoa sem nenhuma celebração em língua portuguesa deixa-nos muito tristes. Participamos sempre, mas não tem o mesmo sentido e interesse, como acontecia antes, quando as nossas atividades religiosas estavam ligadas às nossas tradições deste momento litúrgico e ao sentimento de as vivermos ‘à portuguesa’” disse Georgina Santos, membro ativo da Comunidade e do grupo coral português.

As próximas grandes manifestações católicas portuguesas na região de Lyon estarão ligadas com o culto de Nossa Senhora de Fátima: no dia 1 de maio em Brignais, dias 14 e 15 de maio em Fourvière-Lyon, dia 22 na Croix Rousse e dia 29, último fim de semana de maio, em Montluel.

 

Donativos LusoJornal
X