Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Crónica de Jéssica Ferreira – Jogadora do Clermont Andebol

Depois de três semanas sem jogar, regressámos à competição. Recebíamos o último classificado, o Montpellier. No entanto, estamos numa altura da época em que nenhum jogo é fácil e onde qualquer deslize pode ser fatal.

O jogo começou de uma forma muito atípica: muitas falhas técnicas de parte a parte e remates desajeitados para fora ou para defesa fácil de ambas as guarda-redes. Nos primeiros 10 minutos, o resultado marcava 1-0 para nós e o pavilhão estava em completo silêncio.

Foi a partir de aí que reagimos e começamos a melhorar a nossa eficácia ofensiva. Jamal El Kabouss lançou Enora Blezes no jogo, que colocou dinâmica no ataque e recuperou várias bolas consecutivas no plano defensivo. No minuto 22 começamos a pegar no jogo e a assumir o ritmo. Ganhávamos já por 5 bolas, mas Enora com três golos sem resposta fez com que fossemos para o intervalo a ganhar por 8 (14-6).

Mesmo com uma vantagem relativamente grande, já percebemos que aqui não podemos dar a vitória por garantida com tanto tempo para se jogar. Na segunda parte, a equipa visitante revelava extremas dificuldades em chegar à nossa baliza, face à nossa melhoria defensiva, que nos permitiu sair em transições rápidas e fazer golo em ataque apoiado. Um jogo simples, mas eficaz despertou o público que já não estava mais calado e que se divertiu com o espetáculo que mostrámos. Destaque para a ficha de jogo, onde quase todas as jogadoras marcaram, à exceção de mim, de Alba Segura e de Cristiana Morgado e onde Enora teve 7 tiros certeiros.

Falta apenas um mês e quatro jogos para o final de época. Estas vitórias são reflexo do trabalho árduo que andamos a desenvolver todos os dias. No próximo fim-de-semana temos mais um jogo complicado fora e como todos, só pensamos em vencer!

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 6 Votos
3.4
X