Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Luís Gonçalves, empresário agora aposentado, já era conhecido pela sua intervenção na Academia de Bacalhau de Paris, mas recentemente iniciou uma nova colaboração com a rádio Alfa de Paris, onde anima um programa matinal.

Confinado em casa, diz-se com “medo”, não tanto da pandemia do Covid-19, mas sobretudo da falta de meios para a tratar.

 

Como está a passar este período?

Estou em França e confinado em casa, terei um trabalho na rádio Alfa e também para a transmissão da eucaristia na rádio. Mas esta tarefa será sem contacto com pessoas, apenas a tecnologia!

 

Está preocupado com a situação atual de pandemia?

Estou preocupado sim. Ao ver as informações que nos chegam da Itália e a falta de meios que persistem (máscaras e ventiladores) tanto na Itália como em França. Tenho medo! Nem tanto da doença, mas dos meios para a tratar. Tanto em homens, como em material, e isso deixa-me com medo!

 

Quando esta situação estiver ultrapassada, o que espera do ‘novo mundo’?

Depois desta Guerra ser controlada, penso que as atitudes e comportamentos de todos será completamente diferente! Houve um antes e haverá um depois! Vamos valorizar mais a vida, o ambiente, as coisas, os homens, os cuidados com a saúde… penso até que haverá menos conflitos sociais… haverá mais humildade, mais respeito e compreensão entre os homens… e isso será positivo para o nosso futuro e o futuro do planeta terra.

 

Comunidade
X