Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Três votos para 2018:

Que cada um de nós contribua, na medida das suas possibilidades, para uma sociedade mais justa e solidária, substituindo a crítica fácil e o ativismo de rede social por ações concretas.

Que 2018 seja um ano de diminuição das desigualdades sociais, de maior respeito pelas diferenças, de um jornalismo mais independente dos vários poderes e de uma ação política um pouco mais comprometida com o bem comum.

Que não se dê apenas atenção aos casos de sucesso dos Portugueses no estrangeiro – qual feira das vaidades! – mas que haja igualmente uma preocupação efetiva por todos aqueles que, vivendo nas mais diversas latitudes, sofrem as agruras da separação familiar e da precariedade económica.

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 9 Votos
7.0
X