Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Foi lançada a Delegação da Câmara de comércio franco-portuguesa na região Hauts-de-France

LusoJornal | LSG LusoJornal | LSG LusoJornal | LSG LusoJornal | LSG LusoJornal | LSG LusoJornal | LSG LusoJornal | LSG LusoJornal | LSG LusoJornal | LSG
Empresas

 

A Câmara de comércio e indústria franco-portuguesa (CCIFP) lançou esta sexta-feira, em Lille, a sua nova Delegação na região Hauts-de-France. A apresentação teve lugar no Hospice Comtesse, na presença da Secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes.

A CCIFP já tem há vários anos uma Delegação regional na região PACA, no sul da França, mas neste segundo semestre de 2021 tem vindo a instalar uma série de outras Delegações espalhadas pelo país. Começou pela instalação da Delegação da Nouvelle Aquitaine, em Bordeaux, a Delegação da Occitanie, em Toulouse, depois a Delegação do Grand-Ouest, em Nantes e agora a Delegação de Hauts-de-France, em Lille, tendo já anunciado para fim de novembro o lançamento da Delegação do Grand-Est, em Strasbourg. “No próximo ano vamos abrir mais 5 Delegações” disse ao LusoJornal o Presidente Carlos Vinhas Pereira.

“É um processo importante para nós, para podermos alargar a nossa base de sócios e para estarmos muito mais perto das empresas da nossa diáspora e das empresas francesas nessas regiões, para captar investimento em Portugal ou para fomentar as exportações e ajudar as empresas portuguesas que se querem internacionalizar” explicou o Presidente da CCIFP.

Também a Secretária de Estado das Comunidades Portuguesas destacou a importância desta rede da Câmara de comércio. “Nesta região de Lille temos uma Comunidade portuguesa muito grande, com mais de 50.000 binacionais e outros provavelmente são lusodescendentes e não têm a dupla nacionalidade. É uma Comunidade bastante empreendedora com pequenas e médias empresas e este trabalho que tem vindo a ser feito pela Câmara de comércio, de chegar a todas as regiões e chegar junto dos empresários portugueses e franceses, promovendo esta ligação a Portugal, seja para fazer investimentos no país, seja para importar produtos de Portugal, para nós é um trabalho muito importante” garantiu ao LusoJornal.

Berta Nunes destacou também o esforço da Câmara de comércio e indústria franco-portuguesa na criação de uma Federação de câmaras de comércio na Europa. “Este trabalho é de facto muito valorizado por nós e não é por acaso que a Câmara de comércio franco-portuguesa foi a primeira a quem foi dado o estatuto de utilidade pública no estrangeiro. É uma medida tomada pelo Governo no âmbito do programa Internacionalizar e que, não só reconhece o trabalho das Câmaras de comércio, neste caso a franco-portuguesa, como também permite que elas possam aceder a fundos europeus e a trabalhar assim de uma forma mais próxima com o nosso país”.

O novo Delegado da CCIFP na região Hauts-de-France é Luís da Costa, originário de Gandra de Moreira, na região de Paredes. Está instalado em Roubaix, como comerciante, desde 1998, transformou o seu “Jacques Pub” num restaurante de especialidades portuguesas, o “Galo d’Ouro”.

Mas Luís da Costa é também “luso-eleito” e ocupa, entre outros, o posto de Maire-Adjoint da cidade de Roubaix, com o pelouro do comércio, mercados, artesanato e licença de táxis.

“Falámos com vários empresários aqui em Lille e depois, em função da motivação de cada um, escolhemos o Luís da Costa. É um empresário que mostrou interesse em dar tempo e poder constituir uma equipa conjuntamente com o Bruno Cavaco que também dá uma grande ajuda enquanto o Cônsul honorário de Portugal. Vamos agora fazer prospeção, encontrar mais empresas, que sejam elas da diáspora ou francesas, que estejam interessadas nesta relação bilateral entre a região Hauts-de-France e Portugal” afirma Carlos Vinhas Pereira.

Luís Costa também considera “muito importante” a criação desta Delegação da Câmara de comércio “porque somos uma Comunidade muito importante e aqui no norte há muitas empresas portuguesas, mas estamos todos isolados, cada um está isolado, ora, em conjunto, com a Câmara de comércio e indústria franco-portuguesa, vamos ter mais facilidades os negócios bilaterais entre Portugal e a França” disse ao LusoJornal.

Bruno Cavaco, que já tinha criado o Comité Hauts-de-France, depois o Portugal Business Club, com 110 empresários e mais tarde ainda a Luso’Tech Community, uma rede de startups “portuguesas” considerou que este é “um reconhecimento” por parte da Câmara de comércio, “que tem o estatuto de utilidade pública, e isso é importante”.

Carlos Vinhas Pereira lembrou que todos os anos a Câmara de comércio e indústria franco-portuguesa organiza um jantar de gala, alternadamente em Portugal e em França, e este ano o evento vai ter lugar no dia 11 de dezembro, no Hotel dos Templários, em Tomar, por ocasião do Encontro dos Empreendedores da Diáspora que vai ter lugar em Fátima por essa mesma altura. O Presidente da CCIFP anunciou também que a fadista Ana Moura é a convidada especial para cantar num concerto privado só para os participantes neste jantar de gala.

Na sessão de lançamento estiveram também presentes, e usaram da palavra, o representante da Maire de Lille, Martine Aubry, e o representante do Presidente da Região, Xavier Bertrand.

 

Donativos LusoJornal
X