Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Historiador franco-português Georges Viaud foi condecorado pela Liga dos Combatentes

EMGFA EMGFA

O Presidente da Liga dos Combatentes, Tenente General Chito Rodrigues condecorou o Presidente do Núcleo de Paris da Liga dos Combatentes, Georges Viaud, na sexta-feira passada, dia 9 de outubro, ao fim da tarde, na Embaixada de Portugal em Paris, numa cerimónia para a qual não foi informada a comunicação social.

O evento contou com a presença do Ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho – que se encontrava a França para prestar homenagem aos soldados do Corpo Expedicionário Português que estão sepultados em Boulogne-sur-Mer e em Richebourg – da Ministra Delegada junto da Ministra das Forças Armadas francesas, Geneviève Darrieussescq, da Secretária de Estado de Recursos Humanos e Antigos Combatentes, Catarina Sarmento e Castro, do Embaixador de Portugal em França, Jorge Torres Pereira, entre outras entidades civis e militares portuguesas e francesas.

Filho de um militar francês e de mãe artista, modelo e tradutora portuguesa, “afilhado” de De Gaulle, Georges Viaud viveu em Lisboa até aos 16 anos, tendo depois mudado para Paris com a mãe, dez anos depois da morte do pai. Aluno exemplar até ali, em Paris largou os estudos e foi trabalhar. Trabalhou, por exemplo, no mítico restaurante La Coupole, sobre o qual aliás escreveu, mais tarde, um livro.

Com 25 anos apenas “apaixonou-se” pela Catedral de St Denis, que conhece como as palmas das mãos, chegando mesmo a ser Conselheiro técnico do Mémorial de France, em Saint-Denis.

Presidente da Société Historique et Archéologique de Paris 14, começou a interessar-se por Portugal, pelos artistas portugueses residentes em França, trabalhou sobre a presença de Amadeu de Souza Cardoso na capital francesa e depois sobre a participação do Corpo Expedicionário Português na I Guerra Mundial. Foi pois muito naturalmente que criou e preside ao Núcleo de Paris da Liga dos Combatentes.

Na mesma cerimónia, o Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas, Almirante António Silva Ribeiro, condecorou, com a Medalha Cruz de São Jorge, Primeira Classe, o Presidente do Souvenir Français, Contrôleur Général des Armées Serge Barcellini, “pelas suas relevantes qualidades pessoais, elevada competência e extraordinário desempenho na aproximação e prestígio das Forças Armadas e dos seus Combatentes de França e Portugal”. A condecoração foi imposta pelo Chefe de Estado-Maior do Exército, General José Nunes da Fonseca.

Na cerimónia foi ainda condecorado, pelo Ministro da Defesa Nacional, o Général de Brigade Eric Peltier, anterior comandante da Missão de Treino da União Europeia na República Centro-Africana (EUTM-RCA).

 

Comunidade
X