Alberto Plácido

João Gomes Cravinho pediu reforço de segurança nas Embaixadas

Comunidade

 

O Chefe da diplomacia portuguesa confirmou que o Ministério dos Negócios Estrangeiros deu indicações às Embaixadas portuguesas para reforçarem os cuidados na receção de correio, na sequência do caso das cartas armadilhadas enviadas para entidades em Espanha.

“Estamos a dar indicações às nossas Embaixadas para terem atenção redobrada a encomendas ou correio que recebam”, disse, em declarações à Lusa, João Gomes Cravinho, garantindo que as missões portuguesas no exterior “estão atentas, em função do que aconteceu em Espanha nos últimos dias”. A Embaixada de Portugal em Madrid recebeu uma carta com um bala.

Também o Ministro da Administração Interna espanhol tinha recomendado à Comissão Europeia e a países parceiros que tomem medidas caso recebam cartas armadilhadas semelhantes às enviadas nos últimos dias a várias entidades em Espanha, admitindo que podem estar relacionadas com a guerra na Ucrânia.

O Ministro dos Negócios Estrangeiros português admitiu que houve o envio de uma circular para as representações e Embaixadas portuguesas, com recomendações, mas preferiu não dar mais pormenores sobre os procedimentos, invocando razões de segurança.

“Por motivos de segurança, estas questões devem ser tratadas com o devido recato e a devida descrição”, referiu João Gomes Cravinho.

 

Donativos LusoJornal