Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Jura: Doze mil Peregrinos no Santuário de Mont Roland

LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia LusoJornal / Chico Correia

A 52ª Peregrinação ao Santuário de Mont-Roland para comemorar as aparições de Fátima teve lugar nos dias 11 e 12 de maio, contando com a presença de 12.000 Peregrinos, segundo as autoridades presentes.

Iniciadas no sábado, as cerimónias religiosas começaram pelas 21h00 com a missa vespertina presidida por D. Vitalino António, Bispo Emérito de Beja, seguida de uma procissão de velas debaixo de céu ameaçador e na presença do Cônsul Geral de Portugal em Lyon, Luís Brito Câmara.

No domingo, cedo pela manhã, o tempo estava chuvoso com céu bastante carregado o que deixava prever um dia como no ano anterior, pouco convidativo à deslocação ao Mont-Roland.

Foi sem contar com a intervenção de S. Pedro que permitiu que a missa presidida por D. Vitalino, assistido pelos padres Laurent Bogain e François Beal, tivesse decorrido sem aguaceiros, havendo mesmo já algumas aberturas entre as nuvens, deixando passar um sol radiante no fim da manhã de domingo, assim como durante a tarde.

Estiveram presentes na cerimónia da manhã de domingo, alem do Cônsul Geral, o Deputado português Carlos Gonçalves, o Deputado francês Jean-Marie Sermie, o Maire de Dôle Jean-Baptiste Gagnoux, assim como o assim que o Conselheiro das Comunidades Portuguesas Manuel Cardia Lima.

No fim da missa, as personalidades presentes foram convidadas a dirigirem algumas palavras aos Peregrinos. Findas estas breves alocuções, no exterior do recinto religioso, o ambiente começava a tomar uma moldura festiva com ranchos, grupos de concertinas e cavaquinhos, essencialmente vindos da Suíça vizinha, aos quais se vinha adicionar aqueles cheiros a grelhados e outros pratos, convidativos a um bom almoço.

Depois do almoço, os peregrinos continuavam a afluir para assistir ao Terço que teve lugar pelas 15h00, seguida de uma procissão que percorreu um trajeto de aproximadamente um quilómetro, abrindo ala entre uma multidão de aproximadamente 12 mil Peregrinos.

No fim da procissão, Arménia Pereira, Presidente da associação organizadora, usando da palavra, agradeceu todos aqueles que contribuíram para que esta 52ª peregrinação tivesse o sucesso que teve, particularmente Mr. Jordy, Bispo de Saint Claude, a Autarquia de Dôle, cujo contributo foi preponderante, o Rancho folclórico, o Grupo de cavaquinhos, e outros grupos, assim como todos os voluntários sem os quais nada seria possível. Veio em seguida a cerimónia do Adeus a Nossa Senhora, com lenços brancos flutuando ao ar, e encerramento das cerimónias religiosas.

Mas a festa profana, estava ainda bem longe de chegar no fim.

 

LusoJornal Artigos

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 17 Votos
8.6
X