Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

A grande surpresa na apresentação dos candidatos cabeças de lista do Partido socialista pelos círculos da emigração é o atual Ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, que concorre pelo círculo fora da Europa, segundo anunciou à Lusa a Secretária-Geral adjunta dos socialistas, Ana Catarina Mendes.

No círculo eleitoral fora da Europa, estão em disputa dois mandatos e o PS não elege aqui Deputados desde as legislativas de 1999, perdendo normalmente por larga margem para o PSD concorrendo sozinho ou em coligação com o CDS-PP.

“O nosso Ministro dos Negócios Estrangeiros fez um trabalho muito importante de proximidade junto das Comunidades portuguesas. Este Governo, entre outras medidas com grande impacto, concretizou o recenseamento automático, aumentando os direitos de participação”, declarou à Lusa a Secretária geral adjunta do PS.

Ana Catarina Mendes considerou depois que a candidatura de Augusto Santos Silva traduz a “importância” que os socialistas concedem às questões da diáspora e “vai seguramente prestigiar o PS, porque, enquanto Ministro dos Negócios Estrangeiros, teve sempre uma ação de destaque no apoio às nossas Comunidades espalhadas pelo mundo”.

Ainda no que respeita a Augusto Santos Silva, nas vezes em que foi candidato a Deputado em anteriores eleições legislativas candidatou-se pelo círculo eleitoral do Porto, distrito de onde é natural.

Com a escolha do titular da pasta dos Negócios Estrangeiros para o círculo fora da Europa, a Direção do PS quer apostar em tirar ao PSD um dos dois mandatos em disputa.

Esta candidatura de Augusto Santos Silva pelo círculo eleitoral da Europa quer dizer que António Costa quer voltar a contar com Augusto Santos Silva para um próximo Governo, caso ganhe as eleições, como parecem indicar as sondagens. Pelo que vai ser de grande importância saber quem é o segundo candidato na lista socialista – provavelmente uma mulher – que poderá ser chamada ao Parlamento se Augusto Santos Silva conseguir ser eleito e se depois for chamado ao Governo.

Pelo PSD volta a concorrer José Cesário. José Cesário é Deputado desde abril de 1983, há 36 anos! Há muitos anos que é candidato pelo círculo eleitoral de fora da Europa, substituindo Maria Manuela Aguiar e ocupou por várias vezes as funções de Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas.

Pelo CDS concorre Nuno Gonçalo dos Santos, antigo militante do PSD, madeirense, que chegou a ser Deputado quando José Cesário subiu ao Governo. Mas “transferiu-se” agora para o CDS que queria, há muito tempo, criar um núcleo do Partido para a emigração.

A CDU candidata Dulce Kurtenbach, uma professora de inglês, com 72 anos, que esteve em missão em Macau.

LusoJornal Artigos

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 5 Votos
3.8
X