Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Política

 

O antigo Primeiro-Ministro francês e atual candidato às eleições legislativas pelo círculo eleitoral que cobre Espanha e Portugal, desloca-se a terras lusas para se encontrar com a crescente Comunidade francesa no país, passando por Lisboa, Porto e Algarve.

Num périplo que vai durar quase uma semana, o candidato às eleições legislativas pelo partido do Presidente da República, Emmanuel Macron, para a Comunidade francesa em Portugal, chegou ontem ao final do dia, tendo agenda pública em Lisboa e em Cascais logo este domingo com visitas a comerciantes franceses e uma reunião pública num hotel em Cascais.

Na segunda-feira, o candidato estará no Porto e em Braga, onde vai participar num Fórum de Emprego, almoçando com residentes franceses. Mais tarde, Manuel Valls vai encontrar-se com o Presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, e haverá uma reunião pública ao final do dia no Porto.

Na terça-feira, o antigo líder do Governo francês vai estar no restaurante “Le Comptoir Parisien”, em Belém. Logo no dia seguinte, o candidato ruma a Sul, com uma reunião pública em Tavira e outra em Portimão. Na véspera da sua partida, Manuel Valls vai passar por Setúbal, tendo a seguir uma reunião com o Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Moedas.

A quinta circunscrição dos Franceses que vivem fora de França abrange Portugal, Espanha, Mónaco e Andorra e este ano é especialmente disputada já que Stéphane Vojetta, o Deputado de saída do partido do Presidente, o República em Marcha, que agora se chama Renascimento, não aceitou a nomeação de Manuel Valls e vai candidatar-se contra o ex-Primeiro-Ministro.

Stéphane Vojetta foi o candidato suplente em 2017 e quando a Deputada Samantha Cazbonne assumiu o lugar de Senadora em 2021, este assumiu o assento na Assembleia da República. O La République en Marche expulsou entretendo Stéphane Vojetta.

Este é o regresso à política francesa de Manuel Valls após em 2018 ter abandonado o seu lugar de Deputado para se candidatar às eleições municipais de Barcelona, que acabaria por perder.

Apesar de se ter declarado apoiante de Emmanuel Macron desde a primeira volta das eleições de 2017 e ter mesmo abandonado o Partido Socialista nesse ano, ganhando o lugar de Deputado sem apoio do partido, esta é a primeira vez que Manuel Valls concorre nas listas do LREM, partido de Emmanuel Macron.

As eleições legislativas em França decorrem a 12 e 19 de junho.

Donativos LusoJornal
X