“L’histoire du Portugal dans mon assiette” de Tiago Martins selecionado para os Gourmand Awards 2023

Cultura

 

O livro “L’histoire du Portugal dans mon assiette” de Tiago Martins, editado pela Cadamoste Editions, foi selecionado para os Gourmand Awards 2023, que vai ser entregue no mês de maio na Suécia. “Este é o prémio mais precioso que há no mundo, sobre livros de cozinha” explicou ao autor ao LusoJornal. “Trata-se dos ‘Oscares’ dos livros de cozinha, conhecido mundialmente” acrescentou a editora, Sandra Canivet da Costa.

Mais de 100 mil livros foram analisados e “L’histoire du Portugal dans mon assiette” está nomeado em três categorias: Melhor livro de cozinha em língua francesa, Melhor livro de cozinha de cultura portuguesa e Melhor livro de cozinha da imigração e diáspora.

Tiago Martins é engenheiro na área das energias fósseis, nasceu em Paris e trabalha em La Défense, mas tem uma paixão: a história de Portugal. Aliás, criou uma conta nas redes sociais sobre a história de Portugal.

A gastronomia é outra das suas paixões e durante dois anos, contactou mais de 60 Chefs de cozinha, espalhados pelo mundo, de Portugal e França até aos Estados Unidos, Canadá, Macau, Brasil e Japão. Todos lhe enviaram receitas de pratos da gastronomia portuguesa e Tiago Martins completou com uma nota histórica relacionada com a História de Portugal.

Este foi o segundo livro da coleção da Cadamoste Editions, uma jovem editora criada em Bourges pela lusodescendente Sandra Canivet da Costa. Mesmo se o primeiro livro editado “L’extraordinaire histoire du Portugal” foi um sucesso, este livro de Tiago Martins está também a ter uma projeção internacional inesperada.

“Vou ter de ir à Suécia no mês de maio para ver se o livro ganha algum prémio. Mas para já, foi selecionado”. Os prémios vão ser entregues no Food Symposium, que vai decorrer na Suécia, entre os dias 25 e 28 de maio deste ano.

Com livros publicados em cerca de 230 países e regiões diferentes, os Gourmand Awards dão uma cobertura alargada ao mercado dos livros de cozinha e a organização anunciou que 1.067 livros de cultura alimentar e 183 livros de cultura das bebidas, de 142 países, foram nomeados.

 

Donativos LusoJornal