Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

A fase de grupos da Liga Europa de futebol terminou nesta quinta-feira com um saldo positivo para os clubes portugueses com três equipas apuradas e uma eliminada, enquanto a França tem um saldo 100% negativo com as eliminações de Rennes e Saint Étienne.

O Stade Rennais, onde atua o lusodescendente Damien da Silva (na foto), acabou a sua participação na prova da UEFA com um triunfo por 2-0 frente aos Italianos da Lazio no Roazhon Park em território francês.

Os dois golos foram apontados pelo defesa francês Joris Gnagnon.

De notar que do lado do Rennes, o guarda-redes francês Romain Salin foi titular, ele que passou pelos clubes portugueses da Naval 1° de Maio, o Marítimo, o Rio Ave e o Sporting Clube de Portugal. Ainda no onze inicial esteve também presente o jovem lusodescendente Lucas da Cunha. Quanto a Damien da Silva ficou no banco de suplentes, enquanto o avançado brasileiro Raphinha nem foi convocado.

Do lado da Lazio de notar a presença no onze inicial do defesa angolano Bastos.

O Rennes já estava eliminado da prova, e a Lazio também acabou por ser eliminada. Neste grupo E, os Escoseses do Celtic e os Romenos do Cluj seguem em frente.

O Saint Étienne terminou a sua participação na Liga Europa com uma derrota por 1-0 na deslocação ao terreno dos Germânicos do Wolfsburgo. Os ‘Verts’ acabaram no terceiro lugar com 4 pontos, enquanto os Belgas do Gent e o Wolfsburgo, com 12 e 11 pontos respetivamente, seguiram em frente na prova.

 

Três portugueses apurados, um eliminado

O Sporting de Braga garantiu o primeiro lugar do Grupo K da Liga Europa em futebol, ao vencer por 4-2 no reduto do Slovan Bratislava, em encontro da sexta e última jornada.

Andraz Sporar, aos 42 minutos, e Mohamed Rharsalla, aos 70, marcaram para os locais, mas o ‘onze’ de Ricardo Sá Pinto respondeu com tentos de Rui Fonte, aos 44, Trincão, aos 72, Vasil Bozhikov, aos 75, na própria baliza, e Paulinho, aos 90+3.

Na classificação do agrupamento, os ‘arsenalistas’, que já estavam apurados, acabaram como 14 pontos, contra 13 do Wolverhampton, que ganhou por 4-0 na receção ao Besiktas. Os eslovacos somaram quatro pontos e os turcos três.

O FC Porto assegurou a presença nos 16 avos de final da Liga Europa de futebol, ao receber e vencer os holandeses do Feyenoord por 3-2, na sexta e última jornada do grupo G da prova.

Num jogo em que a vitória garantia o apuramento, os ‘dragões’ entraram determinados e chegaram aos dois golos de vantagem logo no primeiro quarto de hora, com tentos de Luis Díaz, aos 14, e de Malacia, aos 16, este na própria baliza, aos quais responderam de imediato os holandeses, com os golos de Botteghin (19) e de Larsson (22). O ritmo frenético do jogo abrandou um pouco, mas os ‘azuis e brancos’ ainda tiveram tempo de seguir para o intervalo em vantagem, depois do golo de Soares, aos 34.

Com a vitória no Dragão, o FC Porto assegurou a presença na próxima fase da prova, tendo conquistado ainda o primeiro lugar do seu grupo, ao beneficiar do empate 1-1 dos Escoceses do Rangers na receção aos Suíços do Young Boys.

O Sporting CP fechou no segundo lugar o grupo D da Liga Europa de futebol, ao perder na Áustria com o LASK Linz por 3-0, em jogo da sexta e última jornada da fase de grupos.

Os ‘leões’, que, tal como os austríacos, já estavam apurados para os 16 avos de final da prova, precisavam apenas do empate para assegurarem o primeiro lugar da ‘poule’ e, assim, serem cabeças de série no sorteio de segunda-feira, em Nyon, na Suíça.

Num jogo em que poupou alguns jogadores, entre os quais o Francês Jérémy Mathieu e o Argentino Luciano Vietto, além de não ter contado com Bruno Fernandes, castigado, o treinador Jorge Silas viu a sua equipa chegar ao intervalo a perder já por 2-0, depois dos golos de Trauner, aos 23 minutos, e de Klauss, aos 38, na conversão de uma grande penalidade, lance que ditou a expulsão do guarda-redes Renan Ribeiro. A fechar a partida, Raguz, aos 90+3, ampliou a contagem para o Lask Linz.

O Vitória de Guimarães, que já estava eliminado, despediu-se da Liga Europa de futebol de 2019/20 com um triunfo por 3-2 no reduto do Eintracht Frankfurt, na sexta jornada do Grupo F.

Os minhotos adiantaram-se, aos oito minutos, por Rochinha, os alemães deram a volta, com tentos de Danny da Costa, aos 31, e Kamada, aos 38, mas a equipa lusa ainda chegou ao triunfo, selado por Al Musrati, aos 85, e Marcus Edwards, aos 87.

O Arsenal, que empatou 2-2 no reduto do Standard Liège, ganhou o Grupo F, com 11 pontos, contra nove dos Alemães, também qualificados, oito dos Belgas e cinco dos Portugueses, vencedores pela primeira vez de um jogo fora numa fase de grupos.

 

Benfica, FC Porto e Braga no Pote 1, Sporting CP no Pote 2

Benfica, FC Porto e Sporting de Braga vão estar no Pote 1 do sorteio dos 16 avos de final da Liga Europa em futebol, na segunda-feira, enquanto o Sporting estará no Pote 2. De notar que nenhum clube francês está presente nesta fase da competição.

Os ‘encarnados’ foram o quarto melhor terceiro da Liga dos Campeões, enquanto ‘dragões’ e ‘arsenalistas’ venceram os seus respetivos grupos da Liga Europa, ao contrário dos ‘leões’, que hoje o deixaram fugir com um desaire por 3-0 com o LASK, em Linz.

Ao serem cabeças de série, Benfica, FC Porto e Sporting de Braga vão defrontar um dos segundos classificados da Liga Europa ou um dos quatro piores terceiros da ‘Champions’, com a vantagem teórica de atuarem a segunda mão em casa, em 27 de fevereiro.

Por seu lado, o Sporting vai começar em Alvalade, em 20 de fevereiro.

Mesmo no Pote 1, as formações lusas não estão livres de enfrentarem adversários categorizados, como o Shakhtar Donetsk, de Luís Castro, a Roma, de Paulo Fonseca, e os três clubes alemães (Bayer Leverkusen, Eintracht Frankfurt e Wolfsburgo).

O Wolverhampton, orientado por Nuno Espírito Santo, é outra equipa a evitar, sendo que não pode defrontar os ‘arsenalistas’, já que disputar o mesmo Grupo K.

No polo oposto, os Cipriotas do APOEL Nicósia, os romenos do Cluj, os Dinamarqueses do FC Copenhaga e os Búlgaros do Ludogorets serão, no plano teórico, os adversários mais acessíveis.

Quanto ao Sporting, os ‘perigos’ são bem maiores, pois poderá calhar-lhe em sorte Arsenal, Manchester United, Ajax, Inter de Milão, Sevilha ou Salzburgo.

Os Suecos do Malmo, os Suíços do Basileia, os Escoceses do Celtic, os Espanhóis do Espanyol, os Belgas do Gent ou os Turcos do Basaksehir são as restantes alternativas.

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 1 Voto
8.9
X