Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
qBjBf_08w3k
Cultura

 

Esta semana Nuno Gomes Garcia conversa com José Manuel Roussado, autor de “O Confinamento visto de Paris” e de “Brilhantina”.

O confinamento que nos fechou em casa também trouxe à superfície vocações escondidas. José Manuel Roussado descobriu a sua veia poética durante o primeiro confinamento entre março e abril de 2020 e, após meses passados a escrever versos, nasceu, em 2021, a quase autobiografia poética “O confinamento visto de Paris”. Um ano depois, este gerente bancário reformado, cofundador da ARCOP e antigo Conselheiro do CCP (Conselho das Comunidades Portuguesas), publicou “Brilhantina”, uma comédia teatral em quatro atos.

Não perca a conversa do escritor Nuno Gomes Garcia com José Manuel Roussado e descubra duas obras que revelam a longa experiência de emigração do autor e a sua forte ligação a França, para onde veio viver em 1973.

 

Entrevista realizada no quadro do programa «O livro da semana» na rádio Alfa, apoiado pela Biblioteca Gulbenkian Paris

Horários de difusão na Rádio Alfa:

Quarta-feira, 12h30 (versão curta)

Domingo, 14h25 (versão integral)

Terça-feira, 01h25 (versão integral)

 

Donativos LusoJornal

 

 

X