Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

A convenção do partido Chega vai contar com um depoimento vídeo da francesa Marine Le Pen, líder do Rassemblement National, que por várias vezes foi dada como certa em Évora, e do italiano Matteo Salvini (Liga Norte).

Como membros da extrema-direita europeia (Identidade e Democracia) vai estar presente o francês Thierry Mariani, antigo Ministro de Nicolas Sarkozy e atual membro do Rassemblement National, para além do belga do Interesse Flamengo e Presidente da Identidade e Democracia, Gerolf Annemans.

Segundo o Chega, a II Convenção Nacional do partido vai ter cerca de 500 delegados de todo o país, 150 observadores e 50 convidados, incluindo membros de sindicatos e ordens profissionais.

O evento tem lugar em Évora, marcado para a Quinta Nova do Degebe – um local especializado em casamentos -, onde também está prevista a alteração de estatutos para criar um organismo de juventude, à semelhança de outros partidos (CDS-PP, PSD, PS, PCP) e aumentar os mandatos de três para quatro anos, além da eleição dos novos órgãos sociais.

Nas eleições diretas de há 13 dias, o candidato único a Presidente da Direção nacional, André Ventura, que também é candidato a Presidente da República, obteve 99,1% dos votos dos cerca de 10 mil militantes aptos a votar e prometeu “uma nova fase no Chega – um partido, um líder e um destino: o Governo de Portugal”.

 

Política
X