Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Comunidade

 

A Secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes, apelou à participação dos emigrantes nas eleições legislativas de janeiro, lembrando que esta é uma forma de fazerem notar as suas opções e visão para Portugal.

Na tradicional mensagem de Natal, Berta Nunes lembrou que o país se aproxima de “um momento fundamental para a democracia”.

“Em janeiro, os Portugueses votam na eleição para a Assembleia da República. É muito importante que os eleitores no estrangeiro, que representam uma parte tão significativa de Portugal, exerçam o seu direito de voto, assim mostrando que estão presentes e fazendo notar as suas opções e visão para Portugal”, referiu.

A Secretária de Estado enalteceu o recenseamento automático dos emigrantes, considerando que este “representou um passo muito importante, alargando o universo de eleitores a cerca de 1,5 milhões”.

Mas sublinhou que “há um longo caminho contra a abstenção que é preciso percorrer”.

“Contamos neste processo, e nos múltiplos aspetos que envolvem a vida dos nossos concidadãos no estrangeiro, com os serviços internos do Ministério dos Negócios Estrangeiros e com toda a rede diplomática e consular”, adiantou.

Berta Nunes recordou que, em 2021, retomou as “visitas às Comunidades portuguesas com alguma regularidade, apesar da Covid-19”.

“Em Angola, no Reino Unido, nos Estados Unidos, no Brasil, no Canadá, na Suíça, na Alemanha ou em França encontrei Portuguesas e Portugueses extraordinários”, disse. “As suas histórias, marcadas pela coragem e resiliência, compõem a história coletiva das comunidades portuguesas”, concluiu.

Donativos LusoJornal
X