Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Ausência

Sinto a falta;

Dos teus braços

A enlaçar o meu peito

A partida, A chegada;

Das tuas mãos

Fortes e Usadas

A querer reter o Instante…

Sinto a falta;

Da tua voz

(que o tempo desvanece)

Dos teus passos pesados

Pela casa adentro;

Do ruído das portas

A abrir, a fechar!

Sinto a falta;

Do teu olhar ansioso

A observar a nossa “juventude”;

Do silêncio das tuas mágoas

Das lágrimas e brigas

Da ternura dos teus sorrisos

Da doçura dos teus beijos

Sinto FALTA;

Tudo isso eras tu

Tudo isso era vida

Olga Diegues

26/01/2018

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 7 Votos
7.9
X