Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Sobrinha

 

Queria que as tuas noites escuras fossem minhas,

E pintar de luz as tuas entrelinhas,

Para te aliviar,

Sobrinha de encantar!

 

Queria que as tuas dúvidas

Fossem certezas,

Para teres paz,

Muito longe do tanto faz!

 

Queria que os teus medos,

Absurdo tê-los,

Não fossem algo mais que pesadelos,

E, num instante, desfazê-los!

 

Queria que sonhos

Poluíssem a tua mente,

Que, num abrir e fechar de olhos,

Fossem a realidade presente!

 

Queria que o teu caminho

Fosse saltitado de estrelas

E nos teus olhos vê-las

A iluminar o teu destino!

 

Queria que os anos recuassem

E que a tua infância alcançassem:

Encontrar-te pequenina:

Põe a tua mão na minha.

 

Piedade Soares Ly

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 12 Votos
6.5
X