Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Azul

 

Nesse mar azul,

Queria tanto mergulhar,

Atingir a tua alma

E dela disfrutar.

 

E, esse mar azul,

Que tanto pode mostrar!

Imensidão que transborda,

Reduzida a um olhar.

 

O azul – mar dos teus olhos,

Põe o meu coração a saltitar,

Saltita tanto, aos molhos!,

Ao ritmo das ondas do mar.

 

E, nesse manto azul,

Em azul teces uma teia

Para nela me aconchegar.

Tu, ao meu redor, minha sereia,

somos duas a vaguear.

 

E, desse azul de mar,

De tanto para ele mirar,

Em verde-água se disfarçou

E nele, o meu sonho levou…

 

Piedade Soares Ly

Paris

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 21 Votos
5.5
X