Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Um motorista português de veículos pesados foi acusado de ter violado duas estudantes de 22 e 18 anos no Bois de Boulogne, em Paris.

De acordo com o jornal francês Le Parisien, o homem de 42 anos foi indiciado a 2 de agosto, antes de ser preso. O diário até lhe dá o nome de ‘violador do Bois de Boulogne’.

Os crimes terão ocorrido a 21 de julho, quando uma estudante de nacionalidade chinesa de 22 anos foi agredida sexualmente, e a 17 de maio, quando a presumida primeira vítima, de nacionalidade francesa de 18 anos, terá sido agredida também sexualmente. As duas vítimas foram agredidas no Bois de Boulogne.

Após a análise das imagens de videovigilância foi possível identificarem o suspeito e deitdo a 31 de julho. O motorista de nacionalidade portuguesa afirma que as relações sexuais foram consensuais e que as vítimas eram prostitutas.

No entanto segundo o jornal Le Parisien, uma fonte da investigação assegurou que as vítimas não eram prostitutas.

As autoridades francesas prosseguem as investigações para tentar encontrar outras vítimas deste homem sem cadastro até agora.

 

LusoJornal Artigos
Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 2 Votos
8.5
X