Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Donativos LusoJornal

 

Durante todo o dia 9 de abril, o LusoJornal vai mobilizar-se para comemorar a Batalha de La Lys, que implicou os soldados do Corpo Expedicionário Português (CEP) que participaram na I Guerra Mundial, no norte da França.

A partir das 10h00 da manhã, o LusoJornal vai estabelecer vários diretos e ao fim da tarde, até à noite, vai realizar entrevistas-vídeo como habitualmente já costuma fazer.

O autor, compositor e intérprete Dan Inger dos Santos vai cantar, logo de manhã, o tema que escreveu para evocar esta batalha: “Carte Postale de La Lys”.

Graças a uma colaboração com a rádio Os Latinos de Bordeaux, o LusoJornal vai transmitir uma cerimónia de homenagem aos soldados portugueses junto ao Monumento aos Mortos de Bordeaux e depois no Cemitério Norte da cidade, onde descansam dois soldados portugueses. Estes eventos vão ser organizados pelo Comité Sousa Mendes – que também é Delegação da Liga dos Combatentes de Bordeaux – numa iniciativa de Manuel Dias. À tarde, a mesma equipa de rádio, pilotada por Vítor Santos, vai fazer um direto a partir de Pessac, onde a associação O Sol de Portugal vai ler textos relacionados com a participação dos Portugueses na I Guerra Mundial.

Uma outra equipa do LusoJornal, constituída por António Marrucho, Luís Gonçalves e Lionel Delalleu, vai fazer um direto do Cemitério militar português de Richebourg, outro do Monumento ao soldado português de La Couture e também vai ao Cemitério alemão de Salomé, onde estão sepultados dois soldados portugueses do CEP. Nestas intervenções, haverá comentários de Christine da Costa.

A partir das 17h00, o LusoJornal agendou três entrevistas. Na primeira, Carlos Pereira entrevista Manuel do Nascimento, autor do livro “O dia 9 de abril foi um desastre?” com prefácio do General Joaquim Chito Rodrigues. Às 19h00, António Marrucho vai entrevistar Gil Santos, neto de um soldado português e às 21h30 vai entrevistar José Silva, o último guarda do Cemitério militar português de Richebourg.

Desde a sua criação, em 2004, o LusoJornal sempre evocou a data da Batalha de La Lys e tem dado a conhecer a vida dos soldados Portugueses em França e aquilo que ainda hoje está relacionado com a participação dos Portugueses na Grande Guerra.

Todos os “diretos” vão ser transmitidos em streaming nas redes sociais do LusoJornal e ficarão depois em podcast no site do jornal.

 

Comunidade
X