Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Pauleta é Embaixador da marca Delta Q em França

LusoJornal / António Borga LusoJornal / António Borga LusoJornal / António Borga LusoJornal / António Borga LusoJornal / António Borga

Pedro Pauleta, antigo internacional português e antigo jogador do PSG, esteve no fim de semana passado na região parisiense para assistir a um jogo de futebol do PSG, também viu o jogo entre as equipas femininas do Braga e do PSG, com uma surpreendente vitória da equipa portuguesa, mas sobretudo porque é Embaixador da marca de cafés Delta Q.

“O Pauleta é o nosso Embaixador da marca Delta Q durante o ano 2019” confirmou ao LusoJornal o Diretor Geral da Nova Delta França, Pedro Castro. “Toda a linha de comunicação da marca durante o ano 2019 tem sido com ligação ao Pauleta, porque acreditamos que o Pauleta personifica alguns dos principais valores da marca Delta Q e de alguma maneira vai ajudar-nos a levar a marca Delta Q para um outro patamar. Queremos começar a entrar também mais fortemente na grande distribuição e a parceria com o Pauleta enquadra-se nesta estratégia”.

Esta foi a segunda vez que Pedro Pauleta esteve em Paris na qualidade de Embaixador da marca Delta Q. Desta vez esteve em quatro supermercados dos Yvelinnes onde deu autógrafos e tirou fotografias com adeptos.

“É muito importante representar esta marca e ainda mais com alguém com quem eu me identifico muito, como é o caso do Senhor Nabeiro. Acho que a minha forma de viver e de estar na vida é muito parecida com a dessa família. Portanto aceitei logo” e acrescenta que “eu sabia que as pessoas em França e em particular aqui em Paris, iam aderir muito e foi fácil aceitar porque acredito muito na marca Delta Q” disse ao LusoJornal.

Pauleta viveu 8 anos em França. Jogou três épocas em Bordeaux e cinco épocas no PSG. “De facto, aqui em Paris é uma cidade e um clube que me diz muito, onde a popularidade com os adeptos é enorme e continua ao fim de 12 anos que deixei Paris” conta o também antigo internacional português, acrescentando que estava “feliz por vir a Paris e por encontrar os adeptos do Paris Saint Germain, e os nossos emigrantes. É sempre uma honra para mim estar com eles”.

Por exemplo, no Leclerc de Bois d’Arcy havia fila com dezenas de metros para um encontro rápido com o jogador. Muitos levavam camisolas do PSG, outros camisolas da Seleção de Portugal, para serem assinadas por Pauleta. Todos tiravam fotografias. “É um grande jogador que representou Portugal, que jogou aqui em França e foi bom vê-lo pessoalmente, foi um prazer” confessou ao LusoJornal Céline Afonso, uma adepta de futebol que fez autografar a camisola de Portugal que tinha vestida. “Portugal conta muito para mim, graças ao meu pai. Eu também apoiei sempre a Seleção de Portugal, tenho uma paixão sentimental por este país”.

“As pessoas dizem-me aquilo que eu mais gosto de ouvir” confessa Pedro Pauleta. “Para além de ser bom jogador e de marcar golos, as pessoas gostam da forma de eu estar na vida e do carinho que sempre lhes dei. Esse carinho é muito e existe uma relação muito forte entre mim e os adeptos de Paris, assim como com os emigrantes aqui em Paris”.

A Nova Delta França está presente no mercado francês desde 1992, mas com uma operação direta desde final de 2007. “Esta é a terceira operação internacional mais importante do grupo Nabeiro, com uma faturação que rondará os 13 milhões de Euros e com um crescimento contínuo e a ambição de continuar a crescer” afirma o Diretor Geral da Delta em França. “Queremos chegar ao mercado francês em geral. Obviamente que começámos pelo mercado português porque a marca já tinha uma notoriedade muito significativa junto da Comunidade portuguesa, pelo excelente trabalho que foi feito ao longo dos anos em Portugal. Naturalmente estamos agora também a chegar mais longe, junto do mercado francês, e esta parceria com o Pauleta também serve para fazer esta transição e para começarmos a chegar mais próximo do consumidor francês”.

Rui Ribeiro Martins é lusodescendente e é o Diretor Geral do Leclerc de Bois d’Arcy. “Em termos de resultados, somos o primeiro Leclerc de França. Temos cerca de 570 colaboradores e por dia, num sábado, passam aqui mais de 15.000 clientes” conta ao LusoJornal. “Ter aqui esta estrela do futebol mundial, mas também francês e português, é uma honra, como foi uma honra para todos os Portugueses que vivem em França”.

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 4 Votos
9.5
X