Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

No culminar de um longo processo, a petição “Também somos portugueses” vai ser discutida no plenário da República no próximo dia 19 de julho, a partir das 15h00.

Esta petição foi assinada por mais de 4000 cidadãos Portugueses de todos os cantos do mundo.

“Os objetivos da petição já se encontram transcritos em vários projetos de lei. O recenseamento automático está incluído em propostas do Bloco de Esquerda, Partido Social Democrata e do Governo. Um projeto piloto de voto eletrónico está previsto numa proposta do PSD, e o Governo já declarou que poderia avançar nesse sentido” diz uma nota dos organizadores da petição. “Existe também uma proposta de lei do Bloco de Esquerda propondo a gratuitidade do voto postal, e uma do voto em mobilidade por parte do Governo”.

O Conselheiro das Comunidades Portuguesas António Cunha, primeiro signatário da petição, declarou que “estou muito contente por termos chegado aqui. Foi um caminho difícil, com muito trabalho, mas vai dar frutos. E não vamos ficar por aqui, vou continuar como sempre fiz a trabalhar em beneficio das Comunidades portuguesas”.

Paulo Costa, dos movimentos “Migrantes Unidos” e “Também somos Portugueses”, declarou que quer “agradecer a todos os recolheram assinaturas para a petição, a todos os que a assinaram e divulgaram. Foi um trabalho conjunto de muitas pessoas em todo o mundo. Este é um momento simbólico, que prova que vale a pena lutarmos pelo que acreditamos, e que as convicções e a persistência dão frutos”.

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 3 Votos
8.4
X