Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Empresas

 

 

O Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, inaugurou na sexta-feira a central solar de Metoro, a maior deste tipo no país, na província de Cabo Delgado, região norte, anunciou em comunicado a Presidência da República.

“O Projeto da Central Solar de Metoro está inserido no plano do Governo de aumento da capacidade de produção e diversificação das fontes energéticas do país, em geral, e na região norte, em particular, com o objetivo de garantir energia de qualidade na província de Cabo Delgado”, refere a nota.

A infraestrutura começou a ser construída em 2020, é constituída por 125.000 painéis fabricados na China, possui uma capacidade de 41 megawatt (MW) e pode injetar 69 gigawatts/hora por ano na rede da Eletricidade de Moçambique (EDM).

O projeto está orçado em 47,3 milhões de euros e resulta de uma parceria entre a EDM, com 25%, e a empresa francesa Néon, 75%.

O financiamento do projeto foi prestado pela Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD), com um empréstimo de 40 milhões de dólares (34 milhões de euros), e o remanescente pelo Governo moçambicano.

Após 25 anos de operação, a infraestrutura passa para a EDM.

 

Donativos LusoJornal
X