Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Programa Raízes organizou uma Noite de Fado em St Priest

LusoJornal | Jorge Campos LusoJornal | Jorge Campos LusoJornal | Jorge Campos LusoJornal | Jorge Campos LusoJornal | Jorge Campos
Associações

 

A associação do programa Raízes na rádio Plurielle, na região de Lyon, organizou uma Noite de Fado na sala Concorde, em St Priest (69), no sábado passado, dia 13 de novembro. O espetáculo teve início pelas 20h30 e durou cerca de três horas.

Participaram nesta noite três fadistas, duas radicadas na região de Lyon e uma vinda do Algarve. Vanessa Ferreira e Cristina Neiva residem em França e Luana Valasquez chegou de Portugal. São artistas confirmadas e abrilhantaram esta noite de Fado. O público presente apreciou o espetáculo que teve duas partes, assim como a presença em palco das intérpretes.

Luana Valasquez, jovem cantora de 15 anos, já lançou um álbum nos finais de setembro, mas continua a estudar. “Estes últimos meses sem atividade no fado foram insuportáveis, mas penso que agora tudo isto vai melhorar”. Vanessa Ferreira veio da Haute Savoie onde faz parte de um grupo de rock “Miss Good Bliss”. “Gostei de estar aqui esta noite. Tivemos um público fantástico e a minha principal inspiradora é Amália Rodrigues e gosto muito de cantar os seus fados”. Cristina Neiva reside em Lyon e participa em vários concertos com outros cantores nos fins de semana. “Para mim, cantar fado é uma imensa alegria. Tenho dois tipos de interpretação, o canto em grupo coral, como solista e dirigente, e estes serões de fado”.

Foram convidados a acompanhar as cantoras, os guitarristas Ricardo Martins à guitarra portuguesa, e na guitarra clássica Bruno David. As suas partes musicais foram muito apreciadas e aplaudidas.

“Tivemos só um mês para organizar esta Noite de Fado. As incertezas da Covid fizeram que nós tínhamos a sala reservada, mas não sabíamos se podíamos acolher o público em grande número e se devíamos pedir ou não o passe sanitário” disse o Presidente da associação Raízes, Carlos. “O concerto correu bem e o público aficionado pelo Fado, respondeu presente, pois cerca de 250 pessoas estavam presentes na sala e foi quase com a bilheteira fechada, pois tudo se passou pela internet”.

Por enquanto a associação não tem previstas novas atividades. “Por agora não temos nada previsto, pois esperamos para ver como vai evoluir a situação da pandemia” conclui o Presidente da associação.

“Estou muito feliz e contente que este espetáculo tenha sido organizado, pois gosto muito de ouvir fado. As cantoras são formidáveis e os guitarristas também. Quero agradecer a toda a equipa de Raízes pela belíssima organização desta noite. Gostei muito e é pena que este tipo de manifestações culturais são muito raros aqui na nossa região” confirmou por seu lado Clotilde Silva, espetadora deste serão de Fado em St Priest, visivelmente contente com o que viveu.

Esteve também presente na sala, o Maire Adjoint de St Priest, com o pelouro da vida associativa, François Megard.

 

Donativos LusoJornal

 

 

X