Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O Teatro Académico de Gil Vicente (TAGV), em Coimbra, recebe, de terça-feira 15 e até ao dia 19, a vigésima edição da Festa do Cinema Francês, iniciativa com 14 sessões que incluem sete antestreias, foi anunciado.

“A Festa é o evento de programação de cinema com mais adesão de público no Teatro Académico”, disse hoje à agência Lusa o diretor do TAGV, Fernando Matos Oliveira, que espera que a edição de este ano seja uma das melhores de sempre.

O foco do festival volta a ser o cinema francês contemporâneo, havendo uma aposta assumida em filmes produzidos e realizados na temporada do ano passado. A revisitação do cinema clássico francês decorre ao longo do ano, nas mais de cem sessões de cinema programadas anualmente pelo TAGV.

“A Festa é também mais um passo no retorno da francofonia, no retorno da língua francesa”, refere Fernando Matos Oliveira, que espera que a população de Coimbra adira, como é habitual, ao evento, que este ano terá pela primeira vez sessões à meia-noite.

Segundo os organizadores, “a dicotomia entre modos de vida e problemas sociais de realidades distintas é o foco deste ano na Festa do Cinema Francês. De um lado, filmes sobre refugiados de guerra e infâncias roubadas, e, do outro, cinema sobre luta de géneros, ficção científica e maternidade”.

O festival abre com a antestreia de “Mon Bébé”, no dia 15, pelas 21h00, hora local. Segue-se o dia 16 com mais três filmes: “Wardi”, numa sessão para escolas às 15h00, hora local, “Funan” às 18h30, hora local, numa sessão dedicada ao público juvenil, e por fim “Tueurs”, com antestreia absoluta, às 21h30, hora local.

Dia 17 recebe mais uma sessão para escolas, “Le Voyage du Prince”, às 10h30, hora local, e, para celebrar o 20.º aniversário da Festa do Cinema Francês, às 18h30, hora local, passará uma sessão especial de “Mustang”; às 21h30, hora local, haverá ainda a antestreia de “Tout nous sépare”.

Para o dia 18 está reservado o maior número de sessões, abrindo às 10h30, hora local, com “Belle et Sébastien 3”, sessão para escolas, seguindo-se três antestreias: às 18h30, hora local, de “Lola et ses fréres”, e às 21h30, hora local, “Comme des garçons”.

Excecionalmente, e pela primeira vez, haverá ainda uma sessão à meia-noite, de “Dans la brume”, explicam os organizadores.

O último dia conta com “Rémi sans famille”, sessão juvenil, às 15h00, hora local, que é seguida por “Wardi”, também juvenil, às 18h30, hora local. Encerra, por fim, com a antestreia de “Fahim”, às 21h30, hora local.

Os bilhetes variam entre os 3 euros e os 3,5 euros, consoante os diversos descontos oferecidos, e são gratuitos para as escolas, mediante reserva.

 

LusoJornal Artigos
Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 2 Votos
9.0
X