Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Comunidade

 

 

A Direção do Conselho da Diáspora Portuguesa foi ontem recebida pelo Chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, a quem apresentou planos para se rejuvenescer e desenvolver um trabalho mais inclusivo, divulgou a Presidência da República.

Marcelo Rebelo de Sousa “recebeu, em audiência no Palácio de Belém, a direção do Conselho da Diáspora Portuguesa”, atualmente presidida por António Calçada de Sá.

Nesta audiência, a Direção do Conselho da Diáspora “inteirou o Chefe de Estado sobre o trabalho realizado no último ano, as atividades previstas para os próximos meses e os planos da organização para se rejuvenescer, mantendo e reforçando o seu legado, e desenvolver um trabalho mais abrangente e inclusivo”, lê-se na mesma nota.

Na nota divulgada pela Presidência da República, refere-se que “a audiência decorreu em formato híbrido, com elementos a participar presencialmente e outros, a participar por meios telemáticos, a partir de Nova Iorque, Washington, Singapura e Mumbai”.

O Conselho da Diáspora Portuguesa é uma associação privada sem fins lucrativos constituída em dezembro de 2012 com o alto patrocínio do anterior Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, destinada a institucionalizar uma rede de contactos entre portugueses e lusodescendentes residentes no estrangeiro, com posições de destaque.

Desde 2018, organiza anualmente o Fórum Euro-África, que se tem realizado no concelho de Cascais.

Esta associação tem como Presidente honorário o Chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, e como Presidente fundador Filipe de Botton. O antigo Primeiro-Ministro português Durão Barroso preside à Mesa do Conselho da Diáspora.

 

Donativos LusoJornal

 

X