Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O peso das exportações de têxteis técnicos em 2018 em Vila Nova de Famalicão subiu para 31%, 156 milhões de euros, mais 6% do que em 2017, assumindo o concelho 9,4% das exportações daquela indústria em Portugal. França é o 3° mercado de exportação dos têxteis famalicenses.

Em comunicado enviado à Lusa, a Câmara de Vila Nova de Famalicão, tendo por base o mais recente Anuário Estatístico Regional do INE, referente ao ano de 2018, aponta que “é cada vez mais relevante a importância dos têxteis técnicos no total das exportações em Vila Nova de Famalicão”

Segundo os dados revelados, “a performance exportadora dos têxteis técnicos e/ou funcionais está em crescendo”, tendo sido de 111 milhões em 2016, 124 milhões de euros em 2017 e agora para 156 milhões em 2018

O município de Famalicão, que ostenta a marca de Cidade Têxtil de Portugal, realça o texto, “assume 9,4% das exportações da indústria têxtil e vestuário em Portugal, com 502 milhões de euros de vendas para o exterior em 2018, o que corresponde a 24,2% do total das exportações do concelho”.

Os principais mercados de exportação dos têxteis famalicenses são Espanha (19%), Alemanha (16%) e França (11%).

Segundo o texto, “em 2018, o volume de negócios cresceu para os 817 milhões de euros e o valor acrescentado bruto subiu para os 263 milhões de euros”.

A indústria têxtil e do vestuário conta, em Vila Nova de Famalicão, com 852 empresas e regista um total de 10.902 pessoas ao serviço.

 

Comunidade
X