Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Livros: Altina Ribeiro apresentou a versão portuguesa do livro “Dona Zezinha” em Portugal

Cultura

 

Durante este verão, a escritora franco-portuguesa Altina Ribeiro apresentou a versão portuguesa do seu último livro, «Dona Zezinha – A vida singular de uma professora» em três localidades diferentes: Fafe, Vilar Maior e Chaves.

No dia 22 de julho, o livro foi lançado na Biblioteca Municipal de Fafe e apresentado por Artur Coimbra, Chefe da Divisão de Cultura e de Turismo, contando também com a presença do Núcleo de Comunicação e Relações Públicas daquela autarquia. Coube ao grupo de cavaquinhos da AAPAEIF abrir o evento.

No dia 13 de agosto, «Dona Zezinha» foi para Vilar Maior, Conselho de Sabugal, onde nasceu Carlos Alexandre (filho da professora) que contou a história da mãe à autora do livro. Desta vez, o livro foi apresentado por Júlio Marques, ex-professor de filosofia, na sede da Junta de Freguesia, contando ainda com a presença do Presidente da Câmara do Sabugal e do Presidente da Junta de Freguesia de Vilar Maior. Altina Ribeiro teve a oportunidade de conversar com ex-alunos da docente e amigos de Carlos Alexandre. “Foi com muita emoção que falei com o senhor que ajudou Carlos Alexandre a atravessar as fronteiras a salto, de Vilar Maior até Paris, em julho de 1969” contou Altina Ribeiro ao LusoJornal.

Enfim, a presente obra foi também apresentada na Biblioteca Municipal de Chaves, no dia 18 de agosto, a apenas 30 quilómetros da terra onde nasceu a autora. Esta apresentação ficou a cargo do advogado e escritor Ernesto Areias e da professora Manuela Raínho, contando igualmente com a presença da vereadora da autarquia, Paula Chaves, da jornalista Cátia Portela, do Diário de Notícias e Chaves FM «Livros e leituras».

A vida da professora, do marido e do filho suscitou muita curiosidade em Chaves, tanto da parte de Ernesto Areias, como de Manuela Raínho. “Depois das conversas que tive com os ex-alunos da professora, amigos do esposo, colegas e amigos do filho, e também com o passador de Carlos Alexandre (em Vilar Maior) estimo que esta biografia merece com certeza ser completada e editada de novo para uma homenagem mais completa aos protagonistas” afirma Altina Ribeiro.

 

Donativos LusoJornal
X