Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O município de Mesão Frio, em Vila Real, vai homenagear esta sexta-feira os emigrantes que regressam de férias à terra natal, fazendo praticamente duplicar a população nas aldeias, e que investem e contribuem para o desenvolvimento local.

“Queremos promover o encontro dos emigrantes e queremos que eles saibam que, mesmo longe, são fundamentais para o desenvolvimento da nossa terra”. Afirmou à Lusa o Presidente da Câmara de Mesão Frio, Alberto Pereira.

O autarca elencou o regresso definitivo de alguns emigrantes que “vão investindo”.

“Este ano já tivemos dois bons projetos em Mesão Frio fruto de emigrantes que voltaram à terra. Um tomou conta de um restaurante e outro comprou uma quinta com a casa em ruínas, recuperou-a e abriu, na semana passada, uma casa de turismo de alojamento local”, exemplificou.

Para a recuperação desta quinta, o emigrante investiu, segundo Alberto Pereira, “cerca de 400 a 500 mil euros”.

“Queremos continuar a cativar os nossos emigrantes, por forma a que eles nunca se esqueçam da nossa terra”, frisou.

A festa de sexta-feira será animada pelo grupo Diapasão. Os emigrantes deste concelho duriense espalham-se principalmente pela França, Bélgica e Suíça.

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 3 Votos
3.1
X