Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

A marina da Figueira da Foz recebe, de quinta a segunda-feira, o navio francês “Marité”, que participa num projeto de promoção dos produtos agrícolas das Regiões Ultraperiféricas da União Europeia (UE).

A Figueira da Foz vai acolher a última de 18 escalas do veleiro histórico francês de três mastros, levadas a cabo no âmbito da campanha “O Símbolo das Regiões Ultraperiféricas Nasce Sob as Estrelas da Sorte”, ao abrigo de um programa europeu que visa dar mais notoriedade e aumentar o conhecimento dos produtos agrícolas das Regiões Ultraperiféricas e do símbolo que garante a sua origem e qualidade europeia.

Em três anos de viagem, o “Marité” atracou em 17 cidades portuárias da Europa, tendo realizado duas escalas em Portugal: Lisboa (2017) e Porto (2018).

A bordo do navio está a exposição “Exotic Taste of Europe”, que já recebeu mais de 45.000 visitantes.

Segundo os promotores, a mostra apresenta ao público “um conjunto de fotografias do cultivo de frutas e legumes de quatro das nove Regiões Ultraperiféricas da União Europeia (RUP): Madeira (Portugal), Canárias (Espanha), Guadalupe e Martinica (França)”.

“São paisagens deslumbrantes, onde se podem ver os terrenos férteis de quatro ilhas de sonho, bem como retratos de agricultores e os ‘frutos’ do seu trabalho. Com particular destaque para o cultivo da banana, a exposição dá também a conhecer outros produtos desses territórios europeus, tais como as uvas, o maracujá, a anona, o abacate, a cana-de-açúcar, o tomate, entre outros”, refere a fonte em comunicado hoje enviado à agência Lusa.

Segundo a nota, o veleiro Marité e a exposição têm acesso livre e gratuito ao público, podendo ser visitados das 09h00 às 18h00, hora local.

Jorge Dias, gerente da Empresa de Gestão do Setor da Banana, Lda. (GESBA), uma das organizações promotoras do programa, refere no comunicado que “o ‘tour’ do veleiro Marité, com as suas 18 escalas em cidades portuárias, foi uma ação carregada de simbolismo”.

“O veleiro representa simultaneamente a distância e a aproximação entre as Regiões Ultraperiféricas e os países da plataforma continental europeia. As velas do histórico veleiro transmitem uma mensagem das RUP (Regiões Ultraperiféricas da União Europeia): origem e qualidade”, refere.

Agostinho Serrão, também da GESBA, disse hoje à Lusa que o navio visitou seis países europeus, com o objetivo de abrir portas para novos mercados: “Até agora tem sido bastante positivo e tem havido uma aceitação [dos produtos]. Vamos ver se o projeto abre definitivamente essas portas”.

O projeto também contemplou a presença em feiras internacionais, mais dirigidas ao setor e à comercialização, disse.

Indicou ainda que o barco se destina “mais ao público em geral” e tem uma componente pedagógica, para “fazer das crianças embaixadores europeus dos produtos agrícolas”.

Na sexta-feira, na Figueira da Foz, o Marité vai receber a visita de uma turma de alunos da Escola Básica do 1.º Ciclo de Abadias, que vai visitar a exposição “Exotic Taste of Europe”.

As crianças vão entregar os seus desenhos de uma RUP e dos seus produtos agrícolas ao capitão do Marité, “que os fará chegar a uma turma de crianças das ilhas Canárias que, por sua vez, irão retribuir com outros desenhos da RUP Canárias e dos seus produtos, não como imaginam, mas como tão bem conhecem”, segundo os promotores.

 

Linda de Suza 19/20
Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 2 Votos
9.0
X