Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Cultura

 

O mestre-pintor Orlando Pompeu veio a Paris no domingo passado, dia 16 de outubro, para receber o Diploma de Membro e a Medalha de Bronze da Academia Francesa das Artes, Ciências e Letras. A cerimónia de distinção decorreu no Salão Ópera do Hotel InterContinental em Paris.

Orlando Pompeu vive em Fafe e é detentor de uma obra que está representada em variadas coleções particulares e oficiais em Portugal, Espanha, França, Suíça, Inglaterra, Alemanha, Croácia, Austrália, Brasil, México, Dubai, Canadá, Itália, EUA e Japão.

A Academia Francesa das Artes, Ciências e Letras foi fundada em 1915 e anualmente laureia personalidades de todas as nacionalidades que se tenham destacado nos campos artístico, literário e científico.

Esta Medalha de Bronze constituiu mais um importante marco de reconhecimento internacional de um dos mais consagrados artistas plásticos portugueses da atualidade, afamado pelo seu estilo pictórico singular, heterogéneo, criativo e contemporâneo.

Com uma carreira de quase quarenta anos, bem como um currículo nacional e internacional ímpar, Orlando Pompeu nasceu a 24 de maio de 1956, na freguesia de Cepães, no concelho de Fafe. Estudou desenho, pintura e escultura em Barcelona, Porto e Paris, e nos anos 90 progrediu no seu percurso artístico ao ir trabalhar para os Estados Unidos da América, onde expôs na Galeria Eight Four, em Nova Iorque, e depois, Japão, tendo exposto na TIAS – Tokio International Art Show e na Galeria Garou Monogatari em Tóquio.

 

Donativos LusoJornal
X