Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Donativos LusoJornal

 

A página Facebook do LusoJornal foi recuperada indevidamente por piratas informáticos e a redação do LusoJornal deixou de ter acesso à mesma.

O incidente deu-se na noite de segunda para terça-feira e até ao momento ainda não foi possível recuperar o controlo da página.

Muitos leitores têm-se queixado junto do LusoJornal pela anormal ausência de atividade nas redes sociais, nomeadamente ontem ao fim da tarde, quando estava anunciada a transmissão em direto do colóquio “Pare de dizer Diáspora” organizado pela AILD.

O LusoJornal fez a transmissão em direto no canal Youtube do jornal e o evento foi transmitido também nas redes sociais da associação organizadora, mas não foi transmitido na página Facebook do LusoJornal.

“Lamentamos muito o que está a acontecer, porque as redes sociais trazem-nos muitos leitores para o LusoJornal” lamenta Carlos Pereira, Diretor do LusoJornal. “Desde ontem que nos batemos contra a inatividade da empresa Facebook em resolver um problema concreto e estamos completamente bloqueados”.

“Temos tido muito cuidado com a segurança do nosso site internet, que bloqueia regularmente tentativas de recuperação, mas foi pelas redes sociais que a violação acabou por ter lugar. Felizmente sem consequências para o nosso trabalho jornalístico, mas com grande transtorno para a nossa organização e para a comodidade dos milhares de leitores que sabemos que temos nas redes sociais”.

O LusoJornal promete continuar a lutar, com as suas equipas técnicas, para ultrapassar com urgência esta situação.

 

Comunidade
X