Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

No próximo sábado, dia 31 de agosto, vai ser inaugurado no 14° bairro de Paris, a rua Maria Helena Vieira da Silva.

A rua com o nome da pintora portuguesa que residiu na capital francesa, vai ser inaugurada pela Maire de Paris Anne Hidalgo e por Carine Petit, Maire do 14° bairro da capital, no novo bairro Broussais.

Pela mesma ocasião, vão ser inauguradas a ‘promenade’ Jane et Paulette Nardal, e as ruas Huguette Schwartz, Hervé Guibert e Carlos Fuentes, todas no mesmo bairro.

O convite de Anne Hidalgo é assinado também por Christophe Girard, Maire adjoint com o pelouro da cultura, Pénélope Komites, Maire adjointe com o pelouro dos espaços verdes, natureza, biodiversidade e agricultura urbana, Catherine Vieu-Charier, Maire adjointe com o pelouro da memória e dos combatentes, mas a iniciativa da rue Maria Helena Vieira da Silva é do Conselheiro de Paris Hermano Sanches Ruivo.

Maria Helena Vieira da Silva nasceu em Lisboa em 1908 e começou a aprender desenho e pintura na Academia de Belas Artes de Lisboa. Depois, foi aluna de Fernand Léger, Charles Dufresne, Henry de Waroquier, entre muitos outros.

Instalou-se em Paris em 1928 e casou dois anos depois com o pintor de origem húngara Árpád Szenes. Durante a segunda guerra mundial viveu com o marido em Portugal e no Brasil, e em 1956, já de regresso a Paris, naturalizou-se francesa.

Morreu em Paris no dia 6 de março de 1992, com 83 anos de idade.

Uma deambulação dos autarcas de Paris, das famílias dos homenageados e dos atores associativos, vai começar no sábado, às 11h15, em frente da Maison des Pratiques Artistiques Amateurs Broussais, no n° 100 da rue Didot, em Paris 14. Este passeio explicativo, integrado no programa da “Fête de la Petite Ceinture” vai ser conduzido por Concetta Sangrioli, a arquiteta que conduziu as obras,

A “reentrée” artística em Paris vai ficar também marcada pela exposição de várias obras de Maria Helena Vieira da Silva, na Galeria Jeanne Bucher Jaeger, seguindo depois para outras galerias em Londres e Nova Iorque, até 2020.

Esta exposição da artista portuguesa vai abrir no próximo dia 20 de setembro, e ficar em Paris até 16 de novembro, anunciou a Galeria Jeanne Bucher Jaeger.

Entre as obras mostradas estão “Le jeu de cartes” (1937), “Composition aux damiers bleus” (1949), “Figure de ballet” (1948) e “Mémoire” (1966).

 

Linda de Suza 19/20
Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 5 Votos
7.7
X